Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

SAPO Blogs

Meet the blogger: Nuno Matos Cabral

por Pedro, em 03.11.14

nunomatos.jpgO Nuno Matos Cabral é o criativo por trás do Primeira Casa da Rua, um blog que aborda a decoração do ponto de vista da reutilização e reciclagem. Colocámos-lhe cinco perguntas sobre o blog.

 

Do que fala o Primeira Casa da Rua e como surgiu o nome do blog?

Primeira Casa da Rua fala sobre a reciclagem, reutilização e recuperação na decoração das nossas casas, também damos especial atenção ao faça você mesmo, bricolage ou “do it your self”. Pretendemos chamar a atenção que, para ter uma casa com uma decoração nova não é sinonimo de despender grandes quantias financeiras, por vezes é mais importante a imaginação e a criatividade.

O nome surge devido à casa referência na aldeia, na vila, no lugarejo ou até mesmo na cidade, sabemos quais são as casas mais antigas e que duram décadas se não mesmo centenas de anos, especialmente nos meios mais pequenos, por isso mesmo, aquilo que se pretende com o Primeira Casa da Rua, é aliar uma área que já existe há décadas, se não mesmo há centenas de anos, que é o bricolage, com uma área relativamente recente que é o design, daí ser a Primeira Casa da Rua, a casa referência que se soube modernizar e estar presente no século XXI, trás toda uma experiência e tradição que se une à modernidade do design contemporâneo, é isto que procuramos fazer com o Primeira Casa da Rua.

O blog sublinha a importância de reciclar, reutilizar e recuperar. É uma regra obrigatória para qualquer projeto ou depende do objetivo do cliente?

Cada vez mais os nossos projetos têm como conceito o blogue, aliás o que pretendemos num curto prazo é que a Primeira Casa da Rua seja uma marca associada ao mobiliário e a pequenos objetos decorativos para a casa ou para espaços públicos, que vão estar disponíveis na nossa loja on line, que em breve vai estar em funcionamento, bem como, através de projetos especiais que nos solicitem, quer seja no âmbito do design de interiores, quer seja com peças exclusivas para locais especiais, por isso, os conceitos do blogue e do designer misturam-se cada vez mais.

É mais fácil trabalhar com um cliente que sabe exatamente o que quer ou com alguém que olha para o Nuno para fazer as escolhas certas?

Todos os clientes são um desafio, independentemente, se sabem o que querem ou têm alguma dúvida quanto às suas escolhas. Na primeira situação acabamos por tentar juntar todos os interesses e desejos do cliente num só projeto, que é a casa ou o espaço público que pretendem ver intervencionado, no segundo caso, é um desafio maior, mas acaba por ser mais fácil, uma vez que o cliente quando nos contacta já tem uma ideia daquilo que vai poder esperar do nosso atelier, por isso, apesar de não saber o que quer, sabe que o conceito é o nosso.

Um designer de interiores, além de designer, também tem que ser um pouco psicólogo, para perceber as características de personalidade do cliente e aquilo que realmente pretende, para que o projeto seja aquilo que o cliente sempre quis ou desejou ter, este é o segredo para o sucesso de qualquer projeto.

De vez em quando o Primeira Casa destaca espaços que primam pela decoração. Existe algum espaço  que tenha particular curiosidade para visitar um dia?

A nível internacional gostava de visitar os Jardins da Baía em Singapura, acho que é um projeto que vai mudar o conceito de áreas verdes nos grandes centros urbanos, deu vários passos em frente, especialmente com as super árvores estruturas metálicas cobertas por plantas, onde podemos caminhar a alguns metros de altura.

Estas estruturas aliam a estética com a funcionalidade, um dos princípios que pauta a Primeira Casa da Rua, uma vez que as super árvores foram construídas de forma a fazer um uso sustentável dos recursos naturais: recolhem água da chuva e contém células fotovoltaicas que permitem também acumular a energia elétrica utilizada no final do dia na sua iluminação. Também gostava de conhecer uma loja em Nova Iorque de nome Melissa, um espaço onde a simplicidade no material e a grandiosidade da estrutura criaram uma composição muito interessante. Em Portugal, torna-se tudo mais fácil, as distâncias são muito reduzidas, no entanto, há um edifício que quero visitar há muito, mas nunca se proporcionou, que é o estádio do Braga, do prestigiado arquiteto português Souto Moura, onde de um espaço inóspito, como uma pedreira surgiu uma das mais belas obras da arquitetura portuguesa.

Um conselho básico para qualquer pessoa que esteja a pensar decorar ou renovar um espaço do seu dia-a-dia.

Na Primeira Casa da Rua temos algumas máximas, uma destas é, nada se desperdiça tudo se transforma, por isso, antes de pensar em deitar fora alguma peça de mobiliário ou um material qualquer, como por exemplo, garrafas, malas de viagem ou caixas de fruta, pense duas vezes, se não souber muito bem o que fazer, visite a Primeira Casa da Rua, tenho a certeza que temos alguma sugestão para essa mesma peça. O importante é reciclar, reutilizar e recuperar.

Meet the blogger: Catarina Costa

por Pedro, em 27.10.14

catarina.jpgA Catarina é uma day dreamer que bloga sobre viagens, decoração, DIY e tudo aquilo que possa ser feito com dedicação e criatividade. Colocámos-lhe 5 perguntas sobre o blog.

 

O que a levou a criar um blog? 

Ora aqui está uma pergunta difícil… Aqui há uns 5 anos atrás já eu era uma pequena devoradora de blogs, essencialmente de decoração e ‘faça você mesmo’ (ou DIY), mas não só. Comecei a ler blogs, portugueses e estrangeiros, e a interacção que se estabelecia entre bloggers e entre os bloggers e os seus leitores era uma coisa que me fascinava e me tentava a ter o meu próprio blog. Mas, devido à minha ocupação (estava a fazer o doutoramento em biotecnologia) achava que dificilmente teria o tempo e, também, a persistência para o fazer durar mais que seis meses… Até que um dia, não me perguntem o que me passou pela cabeça, achei que poderia ser feliz a escrever um blog e que talvez eu própria conseguisse mover as pessoas como via outros fazer… E foi assim que nasceu o Daydreams.

 

Uma coisa sobre si que os seus leitores ficariam surpreendidos por saber? 

Que já fui Mini Anete (sim, sim, no Super Buéréré!) e que adoro Backstreet Boys! Pois, eu sei que agora ficaram todos a pensar: ‘O quê?!’, mas é a dura realidade e a mais pura das verdades! Achei que era importante partilhar estes pequenos ‘segredos’ da minha vida porque são estas coisas que nos tornam únicos, diferentes e até, talvez, interessantes?

 

Pode partilhar connosco o post mais comentado do Daydreams?

O post mais comentado do Daydreams foi o Blog: Se gostares de mim eu vou gostar de ti, combinado? em que falo sobre a importância de um blog crescer de forma orgânica, sem atalhos ou corta-matos, e na importância também de apenas partilharmos com quem nos lê aquilo que é verdadeiramente do nosso agrado e, achamos, será também do agrado dos nossos leitores. De não aceitar trocas de divulgação no FB com páginas que não fazem sentido para nós, a troco de meia dúzia de likes que, no final, acabam por não resultar em verdadeiros seguidores.

 

Um motivo de entusiasmo recente (uma viagem no horizonte, uma série televisiva, etc)?

A coisa mais importante e que me deixou completamente eufórica? Entregar finalmente a minha tese de doutoramento, o resumo dos últimos quatro anos de trabalho no laboratório! Quanto a possíveis viagens não vou abrir já o livro porque prefiro mostrá-las depois (e não vá, por algum acaso do destino, ficar em terra).

 

Se o Daydreams tivesse uma fotografia de capa, como seria?

Tinha de ser uma cómoda antiga, restaurada e cheia de pequenas gavetas. Antiga para lembrar que em tudo há um passado, que é importante não ignorar porque nos permitiu evoluir até àquilo que somos hoje. Restaurada porque ADORO DIYs e meter as ‘mãos na massa’ (não se nota?), e mobília renovada é assim uma pequena paixão minha. Cheia de gavetas para representar as minhas mil ideias e interesses variados, e tudo aquilo que me motiva e inspira.

 

Meet the blogger: Domingos Amaral

por Pedro, em 16.10.14

domingosamaral.jpgDomingos Amaral é um escritor prolífico (com mais de 15 livros publicados) e isso reflete-se no seu blog, onde opina sobre quase tudo. Colocámos-lhe 5 questões sobre o blog.


O Domingos diz na descrição do blog que tem muitas opiniões "sobre tudo e sobre nada". Como escolhe os temas que aborda no blog?
Quase sempre escolho os temas conforme a actualidade política, económica, social, ou desportiva. É um blog reactivo ao mundo na maioria dos textos, e por isso pretende ser polémico, crítico, e capaz de provocar discussão. Gosto disso, e acho que é salutar para todos, ler e pensar sobre o mundo. A mim, pelo menos, faz-me muito bem.

Qual é a principal diferença entre escrever um livro e um blog?
Os textos para o blog são escritos na hora, em cima dos acontecimentos, e são apenas opiniões momentâneas. Um livro tem de ser pensado de forma diferente, temos de trabalhar a história, os personagens, a escrita. É um trabalho mais demorado e mais cuidadoso.

Lê tanto quanto escreve? Ler outros blogs faz parte da rotina diária?
Leio muito, jornais, sites, revistas, livros, leio tudo o que posso, e também leio alguns blogs, mas não muitos, pois senão perdia-me e não tinha tempo para escrever o meu.

Ainda é cedo para o Economista da Bola fazer as contas e prever a equipa de futebol que vai ganhar o atual campeonato?
Ainda é cedo, pois só no final de Novembro saem as primeiras informações oficiais e fiáveis em relação à época que está a decorrer. É nessa altura que costumo fazer a minha previsão, e nos últimos dois anos acertei, primeiro com o FC Porto, e o ano passado com o Benfica.

Já sabe em quem vai votar nas próximas eleições legislativas?
Já sei em quem não vou votar, que é neste governo, ou seja no PSD ou CDS. Mas ainda não sei em quem irei votar. Tenho um ano para pensar no assunto.

Meet the blogger: Bata & Batom

por Pedro, em 08.10.14

Tem poucos meses de existência, mas o blog Bata & Batom ganhou rapidamente a simpatia do bairro. Colocámos 5 perguntas à sua autora para ficar a conhecê-la melhor.

 

Se o Bata e Batom fosse publicado em livro, em que zona da livraria seria encontrado?
Num cenário utópico, o Bata&Batom seria encontrado na prateleira dos «best sellers»!
- Porquê? Achas mesmo que escreves alguma coisa de jeito?! – perguntam vocês.
E eu passo a explicar: antes de mais, “se é para acontecer, pois que seja a” sério (sim, acabei de corromper o verso cantado pela Ana Bacalhau)! E se é para ser a sério, pois que seja «best seller». Além disso, seria complicado escolher a zona em que encontraria o potencial livro resultante do meu blog. Talvez este seja, na maioria, um conjunto de críticas à atualidade, alternadas com algumas notas autobiográficas. Porém, também há dias em que assume o papel de um diário de viagem, outros em que é espaço de escrita ficcional e algumas sextas-feiras são ainda dedicadas ao “Art’s Friday”, uma rubrica que visa a divulgação de artistas.
Estão a ver o imbróglio que é este blog, não estão? Num cenário mais realista do que o que idealizei inicialmente, talvez o tal livro fosse para uma prateleira na secção do humor ou, se não tivesse piada suficiente, restar-me-ia desejar que não se enganassem na minha nacionalidade e divulgassem a minha obra na abrangente secção “Autores lusófonos”.
 
Podemos saber qual é o seu post mais comentado até hoje?
O post mais comentado até hoje, de título Os dez mandamentos da aquisição de calçado, tem uma crítica implícita e um carácter educativo, direcionado principalmente às compradoras de calçado com menos bom senso.
 
Costuma receber feedback ao blog das pessoas à sua volta (colegas, amigos, etc)?
É comum abordarem o tema do blog, seja com sugestões de assuntos, seja com comentários acerca do mesmo. Por norma, os que me rodeiam têm a amabilidade de me dar um feedback positivo (arriscando-se, portanto, a verem os seus narizes aumentados).
 
Porque escolheu o SAPO Blogs para alojar o seu blog?
Não pensei muito no assunto: decidi criar o blog na passada época de exames, em que qualquer motivo era válido para me distrair do estudo, e lembrei-me de imediato do SAPO. Cruzei-me com as 25 razões para alojar o meu blog no SAPO e, no passado dia 3 de Julho, nasceu o primeiro post do Bata&Batom!
 
Um blog que convidaria para um café?
Talvez fosse mais adequado marcar um grande convívio, em substituição de um simples café, pois confesso que muitos são os bloggers que admiro! Uma vez que tenho que escolher apenas uma vítima para me pagar o café, atiraria a moeda ao ar e deixaria que o acaso escolhesse entre dois bloggers que já considero amigos (ou «amigos virtuais», vá): a divertida autora do 43 e picos, que me deu as boas vindas à blogosfera e me continua a presentear frequentemente com as suas palavras simpáticas, e o autor do LadosAB, de pseudónimo José da Xã, com quem já debati imensos temas e que revela sabedoria e humildade!

O dia a seguir

por Pedro, em 02.10.14

O SAPO deu o salto e que salto! Nova imagem, nova homepage, novos conteúdos, nova ajuda e novos Blogs. O nosso canto da Internet mudou ontem e é normal sentir alguma desorientação perante tantas novidades :)

Nos Blogs, houve declarações de amor ao novo logotipo do SAPO, elogios ao novo editor (um T4 de editor com tanto espaço) e nova área de Leituras. Também lemos críticas (houve quem tenha comparado a desorientação sentida ao Citius!) e reports de problemas e dificuldades.

Com a vossa ajuda estamos a corrigir alguns dos bugs que nos foram reportando (que listamos abaixo) e que pedimos que nos continuem a fazer chegar através dos nossos comentários. A vossa ajuda e feedback são preciosos!

Aqui fica um resumo do que fomos lendo nos Blogs :)

Bugs/problemas que já identificámos e esperamos corrigir brevemente

  • Passámos a lista (atualizada sempre que há alterações) para o nosso blog de ajuda.

Pedimos que nos reportem problemas com a indicação do navegador que estão a utilizar, a respetiva versão e qualquer mensagem de erro recebida.

O SAPO mudou e o Blogs também

por Pedro, em 01.10.14

 

O SAPO apresentou-se hoje ao mundo com uma cara nova e os Blogs também. Lançámos esta manhã uma área de gestão redesenhada e mais fácil de utilizar em todos os dispositivos, repleta de novidades ao nível da Edição e Personalização.

Um novo design.

As novidades começam logo na homepage, com um novo design (autoria da Isa Costa) que atravessa todas as páginas da plataforma e foi feito a pensar na utilização dos Blogs em dispositivos móveis.

Editor com mais espaço para as suas ideias.

Explodimos a área ocupada pelo Editor de forma a ganhar mais espaço para organizar as suas ideias, imagens e textos. E se mesmo assim precisar de mais espaço, boom!, o Ecrã Inteiro é seu.

Leituras em dia.

Blogbook? Postgram? Hesitámos no nome, mas no final escolhemos o nome mais direto: Leituras. Uma nova página onde vai encontrar os posts dos seus blogs SAPO preferidos.

Personalização, simplesmente.

Nunca foi tão fácil personalizar um blog SAPO. Descomplicámos a área de Personalização (para trás ficam os níveis Intermédio e Avançado de utilização) e criámos um novo modo de customização do template por drag e drop, na página Layout.

Mais novidades

Este lançamento inclui tantas novidades (temos 18 funcionalidades novas!) que não conseguimos cobrir tudo num post. Até temos uma nova área (criada pelos nossos amigos da equipa de Apoio ao Cliente) e blog de ajuda! Contamos fazer mais posts nos próximos dias com tudo o que há de novo.

Ainda não tem blog no SAPO?

Nós mudámos para melhor, faça o mesmo. Crie ou mude o seu blog para o SAPO!

O vosso feedback

Este lançamento esteve quase um ano em preparação, mas hoje é apenas o primeiro dia. Queremos continuar a melhorar a vossa experiência de utilização do SAPO Blogs e para fazer isso precisamos do vosso feedback. Do que gostam mais? E menos? O que gostariam de ter visto? Queremos saber tudo. Deixem os vossos comentários no nosso post.

Os posts da semana

por Pedro, em 26.09.14

Uma seleção de posts publicados ao longo da semana em blogs SAPO.

 

A Analogia da Morte já está à venda!

"É verdade! O meu livro já se encontra à venda, o meu sonho de infância começou hoje a ser realizado."

 

Os dez mandamentos da aquisição de calçado

"Desconheço completamente as razões que levam tantas mulheres a tornarem-se, voluntariamente, escravas do seu calçado."

 

A geração de hoje tem objectivos diferentes

"A minha geração assusta-me e faz-me confusão."

 

Quando é que eles podem ir sozinhos para a escola?

"Uma das minhas discussões favoritas das últimas semanas tem a ver com a autonomia da Carolina: eu quero que ela comece a ir sozinha para a escola, a Teresa não quer."

 

Lola, a minha nova cãopanheira.

"Tenho andado completamente encantada."

Prestes a dar mais um salto

por Pedro, em 23.09.14

Como já vos dissemos por aqui, estamos prestes a lançar um renovado SAPO Blogs, mais moderno e fácil de usar. Queremos muito partilhar as novidades com a comunidade e ver como as mudanças melhoram a vossa experiência de utilização dos Blogs.

 

Entretanto, que tal uma viagem no tempo?

 

Fomos tirar o pó aos nossos arquivos e ver como o SAPO Blogs evoluiu ao longo de quase 11 anos de existência. Vejam como fomos crescendo e fiquem sintonizados para ver como vamos mudar :)