Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Equipa

O blog da equipa que mantém o SAPO Blogs. Deixe a sua dúvida ou sugestão nos comentários de qualquer post.

A Equipa

O blog da equipa que mantém o SAPO Blogs. Deixe a sua dúvida ou sugestão nos comentários de qualquer post.

Como eu blogo: Maria das Palavras

Vamos desafiar os autores do SAPO Blogs a mostrarem-nos como blogam. A primeira a descer no escorrega é a Maria das Palavras, que serve uma dose diária de boa disposição e humor no seu blog, também conhecido como "o blog menos in do pedaço".


Se só pudesse destacar um post seu, qual seria?

Eu escrevo para mim e por mim, mas seria mentir se não dissesse que me interessa o feedback das pessoas que visitam o blog diariamente e que elas me motivam a querer escrever mais e melhor.  E portanto embora eu me divida entre uns quantos posts que gosto muito, sobretudo textos mais bem humorados, episódios de uma atrapalhada vida real (ai essa humildade, Maria – juro que não foi esta a educação que a minha mãezinha me deu), tenho de eleger o texto Mulheres. Foi o mais comentado, favoritado e partilhado de sempre. Acho que toquei num ponto sensível. Pus por palavras o que todas sabemos (e a maior parte das minhas leitoras são mulheres) e que todas queríamos que eles soubessem, às tantas sem termos de o dizer. Foi um daqueles posts escritos sem pensar muito, numa noite qualquer, que agendei para depois...e a receção foi qualquer coisa de extraordinário.

 

Pode mostrar-nos o seu ambiente de trabalho (físico ou virtual)?

Há duas coisas que talvez saltem à vista nesta fotografia que reflete o meu ambiente de trabalho grande parte das vezes que escrevo no blog: a organização excessivamente alinhada das coisas (juro que é tal e qual assim e, sim, sei que tem um travo de OCD) e os post-its. Se acham que viram tudo o que os post-its têm para dar...é porque não viram o ambiente de trabalho do computador em si – onde nem me dou ao trabalho de escolhar uma foto/imagem para wallpaper, porque está todo pejadinho de notas coloridas umas em cima das outras (obrigada à aplicação Sticky Notes).

 

Um blog ou site que aprecie consultar todos os dias.

Esta pergunta é extraordinariamente difícil de responder a direito. Não porque quero fazer um discurso miss-mundo ao género “gosto de todos de forma igual e desejo a paz no mundo”, mas porque normalmente já não acedo aos sites ou blogs diretamente. Só entro quando sei que há conteúdo novo ou um título capta a minha atenção através de apps ou plataformas gerais como o Facebook, o SAPO Blogs (não disparem já os alertas-graxa, que é verdade e é naturalmente a “minha” plataforma) ou o Bloglovin. Mas se falamos de um blog apenas, e um que apreciaria visitar todos os dias, não posso deixar de mencionar o Por Falar Noutra Coisa. Ou não fosse o humor (negro, em particular) um dos meus maiores ímans.

 

Para passar o tempo, qual é a sua tag favorita?

Sem destoar, da resposta anterior ou da verdade, é a tag humor. No entanto, confesso que também tenho um costela de Big Brother - não vejo reality shows na TV há anos mas gosto de acompanhar vidas reais nos blogs pessoais e portanto todas as tags que espreitam para dentro da janela da casa dos outros (com decência e medida) fazem parte do meu ritual de descontração, mesmo que sejam mommy blogs a contar as peripécias dos catraios. Melhor mesmo é que sejam episódios da vida real com um toque de humor - por isso não fujo à tag inicial.


Um post que está sempre a adiar para amanhã.

Tantos. Tenho a caixa de rascunhos tão cheia, que acabei por criar a rubrica Caixa de Rascunhos. Mas vou escolher um em particular, evitando as respostas vagas e desinteressantes (lá estou eu a armar-me em special one: desta vez assumo que o que digo é interessante). Um dos que mais vezes comecei a escrever, parei, reabri e voltei a guardar sem terminar chama-se “O Papá e o Moço”. Pretende relatar a cena em que os dois se conheceram. Mas acho sempre que não há palavras que traduzam a situação que foi tão simples, mas tão caricata, que ainda hoje é reproduzida (com direito a banda sonora do Faroeste) em muitas reunião de família. E se está tudo respondido, vou ali à cozinha onde me cheira que a fornada de muffins se transformou em fornada de pedacinhos de carvão...Pelo sim, pelo não...fiquem atentos à tag #desastresnacozinha.

 

Obrigado, Maria!

42 comentários

Comentar post

Pág. 1/3

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.