urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs SAPO Blogs Este é o blog da equipa do SAPO Blogs. blogs 2015-07-06T14:20:47Z urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:221886 Pedro 2015-07-06T15:03:00 Meet the blogger: Vanessa Moreira 2015-07-06T14:12:23Z 2015-07-06T14:20:47Z <p class="sapomedia images"><img class="" style="float: left; padding: 10px 10px;" title="vanessa.jpg" src="http://1.fotos.web.sapo.io/i/o6d145fd8/18605014_pkHFc.jpeg" alt="vanessa.jpg" width="150" height="150" /></p> <p>A <a href="http://blogs.sapo.pt/profile?blog=blogfechado">Vanessa</a> criou o <a href="http://nuagesdansmoncafe.blogs.sapo.pt/">nuages dans mon café</a> em outubro do ano passado, mas já é uma cara familiar da comunidade. Colocámos-lhe cinco perguntas para a ficar a conhecer melhor.</p> <p> </p> <p><strong>A Vanessa apresenta-se como artista multimédia na sua bio. Quais são as suas ambições profissionais?</strong></p> <p>Quando entrei para o curso, achei que ao terminá-lo iria ter muitas saídas e arranjaria logo trabalho, aliás, isso é o sonho de qualquer estudante universitário, porém nada disso aconteceu. Neste momento encontro-me num estágio, que pouco tem a ver com a minha área, mas tento fazer algo à parte para poder divulgar o meu talento, digamos assim, acrescentando coisas novas ao meu portefólio e, possivelmente, ter futuros clientes. Julgo que as minhas ambições passam muito por aí, ter o meu próprio negócio ou conseguir um trabalho na área.</p> <p> </p> <p><strong>Porque decidiu criar um blog?</strong></p> <p>Na altura em que criei o blog necessitava mesmo de ter um escape à universidade e ao stress pelo qual estava a passar, por isso achei que a melhor forma de me distrair seria tendo um blog, onde pudesse falar do meu dia-a-dia, de mostrar as coisas que encontrava na internet, de dar opinião sobre qualquer coisa da actualidade, etc.. A partir do momento em que comecei a conviver mais com os outros blogs, foi como uma bola de neve e... aqui estou eu ainda.<br /><br /><strong>Qual é o post mais comentado do seu blog até hoje?</strong><br />O post mais comentado foi o <a href="http://nuagesdansmoncafe.blogs.sapo.pt/game-of-thrones-why-97723">Game of Thrones, why?</a>, embora eu não ache que seja o melhor. Apenas dei a minha opinião sobre o último episódio da série e gerou-se uma conversa à volta disso e sobre verem ou não verem a série. Para mim, de entre os mais comentados, o melhor é sobre <a href="http://nuagesdansmoncafe.blogs.sapo.pt/blogging-tips-coisas-que-nao-gosto-de-72255">as coisas que eu não gosto de ver em blogs</a>, onde deixei dicas de coisas que costumam tornar os blogs desinteressantes e que os bloggers poderiam pegar e melhorar o seu espaço, isto é, se concordassem com elas.</p> <p> </p> <p> </p> <p class="sapomedia images"><img style="padding: 10px 10px;" title="nuages.jpg" src="http://0.fotos.web.sapo.io/i/oc0062b83/18605029_3wUbB.jpeg" alt="nuages.jpg" /></p> <p> </p> <p><strong>O Nuages já passou por vários designs. Quão importante é o design do blog para a sua motivação como blogger?</strong></p> <p>Bastante importante. Sou uma pessoa que está em constante aprendizagem, super curiosa por coisas novas e adoro inventar. Se tenho um espaço que é meu e não me sinto bem com ele, não faz sentido nenhum continuar a usá-lo. É igual a termos a nossa casa decorada de uma determinada forma e às vezes achamos que aquele objecto já não faz sentido nenhum estar naquela posição ou naquele lugar, então aí pegamos nele e mudamos de sítio para ficar ao nosso gosto. Aquilo que eu tenho notado quanto ao blog e às mudanças pelas quais ele tem passado é que cada vez está mais à minha imagem, pois reflecte os meus gostos, a minha maneira de ser e aquilo que eu gosto de fazer. Essas mudanças fazem-me ganhar motivação que certamente não teria se tivesse o mesmo design do início.</p> <p> </p> <blockquote> <p>"É tão mau gostar do conteúdo de um blog e ele ter um design que varia entre o rosa e o azul fluorescente"<br /><br /></p> </blockquote> <p><strong>Em termos de design, existe alguma coisa que a faça desistir de ler um blog?</strong></p> <p>Quando fiz o post sobre as coisas que eu não gosto de ver em blogs, houve quem nunca tivesse reparado que tinha essas coisas e que isso afastava as pessoas, foi algo que me fez pensar sobre os nossos próprios gostos e o que os outros acham deles. Aquilo que mais me faz desistir de um blog é o design. É tão mau gostar do conteúdo de um blog e ele ter um design que varia entre o rosa e o azul fluorescente ou ter links desses no meio dos textos ou simplesmente ter um template que vinha assim, fica assim e nem se dão ao trabalho de o cuidar. Aí, por muito bom que seja o conteúdo, acabo por perder completamente o interesse de o ler, porque não tenho olhos para aguentar aquelas cores e até certo ponto acaba por ser incomodativo quando a imagem total do blog não mostra cuidado nem amor por aquele espaço. Nisto da blogosfera, a imagem mostra imenso sobre nós e se queremos que as pessoas se lembrem de nós, deveremos ter uma imagem no nosso espaço que marque pelos bons motivos, o que não quer dizer que tenhamos de ter algo elaborado, mas pequenas e simples mudanças fazem a diferença.</p> <p> </p> <p><strong>Obrigado Vanessa!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:221479 Pedro 2015-06-30T11:17:00 Comentários mais seguros e rápidos 2015-06-30T11:10:16Z 2015-06-30T14:50:16Z <p>Um blog não é feito apenas de posts, também vive dos comentários feitos pelos seus leitores. Sabemos o quão importante esse feedback é para a motivação de muitos dos nossos autores, pelo que esta manhã introduzimos algumas melhorias ao formulário de comentários que tornam <strong>mais seguro</strong> <strong>e fácil</strong> comentar um blog SAPO.</p> <p> </p> <p class="sapomedia images" style="text-align: center;"><img style="padding: 10px 10px;" title="comentarios.jpg" src="http://0.fotos.web.sapo.io/i/o1b06f109/18582499_PQAM2.jpeg" alt="comentarios.jpg" /></p> <p> </p> <p>A mudança mais visível é para os autores e leitores que queiram autenticar-se nos comentários. A partir de hoje, <strong>a autenticação passa a ser feita exclusivamente na página de login do SAPO</strong>. Deixa de ser possível inserir dados de login na página do post que queiram comentar. Esta alteração <strong>aumenta a segurança dos dados de sessão</strong>, que são processados em exclusivo e de forma segura pelo <a href="http://id.sapo.pt">SAPO ID</a>, e <strong>diminui a inconveniência que é repetir a autenticação</strong> <strong>em vários blogs</strong>.</p> <p> </p> <p class="sapomedia images" style="text-align: center;"><img style="padding: 10px 10px;" title="captcha.jpg" src="http://4.fotos.web.sapo.io/i/o9c061230/18582453_3YZ9L.jpeg" alt="captcha.jpg" /></p> <p>Achamos uma seca obrigar alguém a "provar" que é humano para poder publicar um comentário, pelo que aproveitámos esta oportunidade para <strong>fazer algo em relação a isso</strong>. Não acabámos com o nosso CAPTCHA, que serve para diferenciar humanos de computadores programados para publicar SPAM, mas tornámo-lo <strong>mais inteligente</strong>, de maneira <strong>a aparecer menos vezes e a menos leitores </strong>sem baixar as defesas ao SPAM. Isto facilita a vida a qualquer leitor, autenticado ou não, que queira comentar um blog SAPO sem complicações.</p> <p> </p> <p>Posto isto, <strong>estamos ansiosos por ler os vossos comentários</strong>, com as vossas sugestões e tudo o que acharem que pode melhorar a experiência de utilização do SAPO Blogs.</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:221195 Pedro 2015-06-29T16:16:00 Meet the blogger: António (Bolas e Letras) 2015-06-29T15:22:30Z 2015-06-29T15:22:30Z <p class="sapomedia images"><img style="float: left; padding: 10px 10px;" title="Antonio.jpg" src="http://0.fotos.web.sapo.io/i/o7c06407c/18580312_0VKNq.jpeg" alt="Antonio.jpg" /></p> <p>Fomos conhecer um pouco melhor o autor do blog <a href="http://bolaseletras.blogs.sapo.pt/">Bolas e Letras</a>, no SAPO desde 2008.</p> <p> </p> <p><strong>Quem é o António?</strong></p> <p>Sou um tipo normal que não gosta muito de falar de si, mas ter um blog é também isso, pelo que vamos em frente! Como se perceberá pelo título do blog e como dizia o poeta tenho muitos “eus”. Tenho quarenta anos mas gosto de me sentir como se tivesse 20, porque a criança dentro de mim teima em manter a chama acesa. Sou um olivalense de gema, significando isto que cresci nos Olivais Sul da mui nobre cidade de Lisboa, terra mítica onde regressei há poucos meses para (re)viver e ser mais feliz. Gosto, portanto, do cheiro da relva molhada e de acordar com os pássaros. Sou pai de dois diamantes que, muito provavelmente, são as duas melhores coisinhas que legarei a este mundo. Isto até calha bem, pois está na moda a música sobre gente que anda para aí a produzir diamantes. Gosto de futebol e da irracionalidade que ele comporta, tal como adoro livros, livros bons feitos de ideias, de gente real nas suas virtudes e defeitos, livros a cheirar a vida. Gosto de amigos, dos velhos e dos novos, dos gordos e dos magros, dos letrados e dos vagabundos. Last but not least, sou leão de coração e de clube, verde é a esperança!<br /><br /><strong>Além das bolas e letras, do que mais se fala no blog?</strong></p> <p>Fala-se de mulheres, louvam-se as mulheres, atrevo-me até a ir em buca desse Santo Graal que é a compreensão, por mais ínfima que seja, dessa bênção da humanidade: as mulheres. Tenho também o mau hábito de elaborar profundas ou estapafúrdias análises sobre o estado da nação, sobre nós, nobres mas estranhos portugueses, bem como sobre a condição humana em geral. O mais certo é isto não levar a nada, mas sempre me distraio e enquanto escrevo não estou a comer ou a pensar em cometer assassinatos em série. Olho para as tags que me acompanham há anos e vejo que já escrevi sobre assuntos tão díspares como a saudade, sexo, vícios, vinho, infância, guerra, função pública, Olivais Sul, etc., etc. Claramente, às bolas e às letras não lhes falta companhia.<br /><br /><strong>Para quem não conhece o blog, por que post recomenda começar a ler o blog?</strong></p> <p>No Natal de 2011 as prendas que um grupo de amigos trocou entre si foram a leitura de textos escritos pelo seu punho. <a href="http://bolaseletras.blogs.sapo.pt/419196.html">Aqui fica o testemunho</a> do que escrevi, que se mais utilidade não tem, é pelo menos uma óptima porta de entrada para o blog.</p> <p> </p> <p><strong>Nota que tem mais leitores ou leitoras?</strong></p> <p>Pelo que me apercebo dos comentários que tenho o privilégio de receber, arrisco dizer que tenho mais leitoras. Mesmo quando o tema é futebol as minhas amigas leoas acompanham o que por aqui se escreve. Os homens são poucos e bons, mesmo os benfiquistas que insistem em dar algum sal à saudável animosidade clubística.<br /><br /><strong>Pode recomendar-nos outro blog alojado no SAPO?</strong></p> <p>Poderia recomendar muitos, mas fico-me então só por um. Provavelmente, o blog com melhores e mais divertidos cartoons de Portugal e arredores: <a href="http://henricartoon.blogs.sapo.pt/">HenriCartoon</a>.<br /><br /></p> <p><strong>Obrigado António!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:221127 Pedro 2015-06-23T14:02:00 O que faz ali o botão das Leituras? 2015-06-23T13:26:29Z 2015-06-23T13:47:21Z <p class="sapomedia images"><a class="media-link" href="http://blogs.sapo.pt/leituras"><img class="" style="padding: 10px 10px;" title="leituraspublicas.jpg" src="http://6.fotos.web.sapo.io/i/o3f067e66/18562626_qDZvz.jpeg" alt="leituraspublicas.jpg" width="800" height="498" /></a></p> <p class="sapomedia images">As <a href="http://blogs.sapo.pt/leituras">Leituras</a> são a área que a comunidade repetidamente nos diz mais gostar de espreitar diariamente, pelo que hoje tornámo-la mais acessível para quem já a usa e mais visível para quem (ainda) não tem blog no SAPO.</p> <p class="sapomedia images"> </p> <p class="sapomedia images">Qualquer autor ou visitante passa a encontrar o atalho para as <a href="http://blogs.sapo.pt/leituras">Leituras</a> no canto superior direito da homepage do <a href="http://blogs.sapo.pt">SAPO Blogs</a>, sem precisar de se autenticar.</p> <p class="sapomedia images"> </p> <p class="sapomedia images">Os <strong>autores autenticados</strong> que seguirem o atalho passam diretamente à área de Leituras com as suas subscrições.</p> <p class="sapomedia images">Os <strong>visitantes do SAPO Blogs</strong> que não estiverem autenticados são encaminhados para uma área de Leituras diferente, onde podem ler alguns blogs recomendados e ver como funciona. Se gostarem, podem registar-se gratuitamente e passar a seguir os seus blogs SAPO preferidos :)</p> <p class="sapomedia images"> </p> <p class="sapomedia images">O novo atalho facilita-vos a utilização das Leituras? Têm sugestões, críticas? <strong>Deixem o vosso feedback nos comentários :)</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:220903 Pedro 2015-06-22T14:24:00 Meet the blogger: Ricardo Trindade 2015-06-22T13:30:09Z 2015-06-22T13:30:09Z <p><img class="" style="float: left;padding: 10px 10px;" title="ricardo.jpg" src="http://5.fotos.web.sapo.io/i/o9511f2d9/18558425_a1Ewj.jpeg" alt="ricardo.jpg" width="150" height="150" />As nossas cinco perguntas desta semana foram para o <a href="http://blogs.sapo.pt/profile?blog=oinformador">Ricardo</a>, também conhecido no bairro como <a href="http://oinformador.blogs.sapo.pt/">O Informador</a>.</p> <p> </p> <p><strong>Quem é "O Informador"?</strong></p> <p>Ora bem, quem é a pessoa por detrás do blog! Divertido, bastante teimoso, desconfiado, trabalhador são talvez algumas das definições que podem considerar este Ricardo que tem andado de trás para a frente com um blog que vai crescendo ao sabor da maré. Alenquerense de gema e onde sempre tenho vivido até aos atuais 28 anos, gosto de passar os tempos livres com os amigos, agarrado ao computador ou com um bom livro como companheiro. A par disso sou apreciador do mundo fascinante do pequeno ecrã onde tudo começou com o nome O Informador.</p> <p><br /><strong>E porquê este nome para o blog?</strong></p> <p>O nome do blog é aquela velha questão que ia explicar… Há uns anos pertencia a uma equipa de um site amador sobre televisão, celebridades e onde também tínhamos entrevistas e opinávamos sobre as estreias e produtos em exibição. Com o tempo a mesma equipa começou a entrar em rotura com o administrador desse mesmo portal e numas férias de Verão foi surgindo em mim a ideia de criar um site do género, com fórum e onde poderia ter a mesma equipa que se sentia revoltada com o que não era feito do outro lado.</p> <p>Assim foi, umas semanas após a ideia ter surgido e o nome estar definido, eis que O Informador é inaugurado como um site televisivo onde as notícias sobre famosos nacionais e internacionais não faltavam, tal como entrevistas, passatempos, opiniões e um fórum que rapidamente cresceu com a transferência dos leitores do site «falido» para o novo projeto da equipa. Só que e tal como sempre tenho acreditado, acho que na vida existem etapas que vão sendo fechadas para darem entrada a novos horizontes. Assim foi, chegou um momento em que percebi que já não estava a funcionar na perfeição com uma equipa onde já não me revia. Na altura e meses antes do final do projeto O Informador enquanto site televisivo e dos famosos falei com a equipa, tentei que alguns fossem aceites em projetos concorrentes e resolvi terminar com tudo. Na altura os gastos, especialmente com um fórum de sucesso, eram mais que os ganhos e não conseguia suportar as coisas sozinho quando nem todos queriam remar no mesmo sentido.</p> <p>O Informador antigo terminou, fiquei umas semanas parado e já que tinha a licença do nome feita por algum tempo mais comecei a pensar, também com o empurrão de uma amiga, em iniciar um blog pessoal. Assim surgiu um blog pequenino e meio indefinido sem perceber o que queria mesmo fazer com aquilo. Aos poucos fui levado por este mundo e as coisas foram acontecendo, mudança a mudança, etapa a etapa e sempre a pensar que o futuro do projeto será melhor que o passado. Assim tem sido e assim desejo que continue a ser com a ajuda de todos!</p> <p><br /><strong>O blog já tem dois anos e meio. O que o motiva nesta forma de publicação pessoal?</strong></p> <p>A motivação é das coisas que mais me entusiasma para seguir em frente e com o blog nada é diferente. Perceber que um simples comentário, favorito ou partilha acontecem já é um bom motivo para fazer mais e melhor. Faço textos pessoais, partilho opiniões críticas, arranjo passatempos e tento andar por aí a visitar quem me visita e no conhecimento dos até então desconhecidos.</p> <p> </p> <p><strong>O Informador passou há pouco tempo a corredor. Porquê a corrida como desporto?</strong></p> <p>Antes de mais quero explicar que sou um grande preguiçoso! Comecei a correr porque depois de dez anos com o mesmo peso lá consegui engordar uns cinco/seis quilos e tudo ficou pela barriga. Percebi aí e também pelos comentários que os mais próximos iam fazendo sobre a barriguinha que a tinha que retirar sem perder aquele peso que tanto queria ganhar. Uma vez que já tinha andado no ginásio há uns anos e devido aos horários laborais acabei por desistir por não gostar de fazer as coisas nas horas de maior confusão, optei pela corrida livre, por mim próprio e sem ninguém para me chatear, tendo somente um telemóvel a controlar tempos e distâncias graças às abençoadas aplicações que andam por aí. Com isto e umas semanas após o início da experiência de corredor, posso afirmar que consegui perder a barriga, mantive o peso e estou motivado para continuar o que inicialmente achava que não iria em frente por falta de vontade.</p> <p>Não custa nada correr, os primeiros tempos é andar e aos poucos lá correr um minuto ou dois. No final de umas semanas já se consegue fazer todo o trajeto em corrida e depois é só começar a esticar o tempo e a distância percorridas. O importante e que meti na cabeça é que tenho de me mexer a bem da saúde e para não ficar com um corpo onde não me sinto bem!</p> <p> </p> <p><strong>Que post recomendaria ler primeiro a quem ainda não conhece o seu blog?</strong></p> <p>Este tema é complicado! Todos os posts são aconselhados porque em todos se podem encontrar partes, opiniões e particularidades pessoais. Não aconselharia assim nenhum em especial, mas aconselho sim a que quem por cá apareça hoje e não encontre algo que lhe interesse que volte daqui a uns dias e volte a pesquisar porque sempre podem surgir novidades do agrado de qualquer um. Estou também por diversas redes sociais onde por vezes deixo escapar frases ou comentários que nem sempre passam pelo blog. Apareçam e fiquem ou vão passando porque acredito que vale a pena! Se não acreditar em mim quem acreditará então?</p> <p> </p> <p><strong>Obrigado, Ricardo!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:220644 Pedro 2015-06-17T14:42:00 Quais são as vossas tags favoritas? 2015-06-17T14:28:19Z 2015-06-17T14:40:17Z <p class="sapomedia images"><a class="media-link" title="tags.png" href="http://blogs.sapo.pt/tags"><img style="padding: 10px 10px;" title="tags.png" src="http://3.fotos.web.sapo.io/i/oa511075e/18545215_MUGzc.png" alt="tags.png" /></a></p> <p>As tags são uma das melhores formas de filtrar e explorar por tema os milhares de posts publicados diariamente pela comunidade. É por isso que <a href="http://blogs.blogs.sapo.pt/mais-maneiras-de-descobrir-o-melhor-do-217460">em abril</a> mudámos as páginas de tags para apresentarem excertos dos posts, incluindo imagens e vídeos.<br /><br /></p> <p>Esta semana acrescentámos mais uma novidade, as nossas <a href="http://blogs.sapo.pt/tags">tags favoritas</a>. A par das tags mais usadas pelos autores, passamos a recomendar mais algumas tags que os nossos visitantes podem achar interessantes. Se publicarem um post sobre livros, por exemplo, usar a tag <a href="http://blogs.sapo.pt/tag?tag=livros">Livros</a> garante que o vosso post aparece aqui, ao alcance de mais leitores.<br /><br /></p> <p><strong>Quais são as vossas tags preferidas?</strong> Está na altura de substituir a tag <a href="http://blogs.sapo.pt/tag?tag=feira+do+livro">Feira do Livro</a>, por isso contamos com as vossas sugestões nos comentários :)</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:220339 Pedro 2015-06-15T10:02:00 Meet the blogger: Inês Pinto (things you remember) 2015-06-15T09:21:30Z 2015-06-15T09:21:30Z <p class="sapomedia images"><img style="float: left; padding: 10px 10px;" title="ines.jpg" src="http://1.fotos.web.sapo.io/i/odb14330b/18535705_MNwLC.jpeg" alt="ines.jpg" /></p> <p>Entrevistámos a <a href="http://blogs.sapo.pt/profile?blog=prettylittlethings">Inês Pinto</a> sobre o <a href="http://thingsyouremember.blogs.sapo.pt/">things you remember</a>, o seu diário de viagens e de melhoria pessoal.</p> <p> </p> <p><strong>Quem é a Inês?</strong></p> <p>Ah, não sei se me consigo definir muito bem! Mas acho que acima de tudo sou uma pessoa divertida, bem-disposta e trabalhadora. Vivi em Portugal até aos meus 11 anos e depois vivi cerca de três anos no Canadá (Toronto) e mais três nos Estados Unidos (New Jersey). Gosto de referir sempre isso porque faz mesmo parte da minha identidade eu ter passado toda a minha adolescência nesse contexto. Hoje em dia, trabalho numa associação perto de Lisboa e faço voluntariado com outras três organizações. Adoro trabalhar (demais se calhar!), ler e viajar.<br /><br /><strong>Porque decidiu criar um blog?</strong></p> <p>Desde os meus 10 anos que escrevo num diário e gosto de manter esse hábito de escrever regularmente. É uma coisa muito catártica para mim mas também um exercício divertido para depois poder olhar para trás e relembrar certos momentos. Por causa disso já tive vários blogs ao longo dos anos e o primeiro acho que criei até quando tinha uns 13 anos. Mas este criei-o porque queria muito começar a escrever em português e partilhar as minhas experiências especialmente de viagens e voluntariado.<br /><br /><strong>O "things" ainda é relativamente recente, mas quais as principais lições destes quase seis meses de blog?</strong></p> <p>Acho que aprendi já duas lições muito importantes: uma menos boa e uma ótima. A menos boa foi que tive que aprender a lidar com comentários menos amigáveis. Alguns dos posts que publiquei causaram alguma polémica surpreendentemente (como por exemplo, o <a href="http://thingsyouremember.blogs.sapo.pt/viajar-sozinha-parte-1-642">Viajar Sozinha – Parte 1</a>) e houve pessoas que deixaram alguns comentários com palavras que me magoaram sinceramente e tive que aprender a lidar com isso. A lição ótima que aprendi foi, em contrapartida, de me poder apoiar na/os outra/os bloggers do SAPO. A/os bloggers aqui criaram uma verdadeira comunidade de apoio mútuo e eu sinto-me muito feliz por poder fazer parte dela!<br /><br /><strong>Logo no início do blog, partilhou a sua experiência a fazer voluntariado na Índia. O que a levou a procurar essa experiência?</strong></p> <p>Eu gosto de pensar nas coisas que me metem medo, que me criam inseguranças ou que me desafiam e depois atirar-me a elas de cabeça. Nesse verão de 2011 eu queria fazer voluntariado porque já estava a pensar em ir trabalhar para a área social e queria perceber se era mesmo algo de que eu gostava e que conseguia “aguentar”. Então achei que a melhor maneira de perceber isso era ir para um sítio que à partida me desafiava: comida que eu detestava, uma cultura completamente diferente e (em certos aspetos) mais fechada que a minha, e uma situação muito dramática (a Índia é um país em crescimento rápido mas com imensa pobreza). E foi assim que decidi. Foi difícil mas fiz a escolha acertada sem dúvida.<br /><br /><strong>Pode partilhar um motivo de entusiasmo no horizonte (uma viagem, acontecimento, etc)?</strong></p> <p>Há muitas coisas que estão para acontecer que me motivam neste momento! A minha melhor amiga ser blogger do SAPO no <a href="http://japaoemrabiscos.blogs.sapo.pt/">Japão em Rabiscos</a> e o novo destaque do meu blog (#SocialGoodSunday) são algumas delas. Mas sem dúvida que a que me traz mais entusiasmo é a possibilidade muito real de, depois de 3 anos à distância, poder finalmente ir viver com o meu namorado no final do ano!</p> <p> </p> <p><strong>Obrigado Inês!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:220151 Pedro 2015-06-11T14:49:00 Alteração à versão móvel do SAPO Blogs 2015-06-11T14:19:30Z 2015-06-11T14:33:40Z <p class="sapomedia images"><img style="padding: 10px 10px;" src="http://7.fotos.web.sapo.io/i/of011b25c/18522557_ENrfK.gif" alt="" /></p> <p class="sapomedia images">Ficou <strong>mais fácil</strong> aceder ao SAPO Blogs a partir do navegador de um smartphone. Se aceder a <a href="http://blogs.sapo.pt">http://blogs.sapo.pt</a> no navegador do seu smartphone, passa a ter acesso direto <strong>à versão completa da área de gestão</strong> do Blogs.<br /><br /></p> <p class="sapomedia images">Só a navegação entre páginas é ligeiramente diferente, devido ao tamanho reduzido dos ecrãs destes dispositivos. <strong>Clicar na barra de navegação laranja, </strong>tal como mostramos acima, ativa um<strong> menu lateral</strong> com todas as opções de gestão que os nossos autores estão habituados a usar em desktop.</p> <p class="sapomedia images"><br />Os telemóveis mais antigos continuam a ser encaminhados para a <a href="http://m.blogs.sapo.pt/">versão móvel</a> do SAPO Blogs.</p> <p class="sapomedia images">Como sempre, <strong>contamos com o vosso feedback</strong> nos comentários :)</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:219672 Pedro 2015-06-09T10:29:00 Meet the blogger: Sara (Desabafos Agridoces) 2015-06-09T09:37:00Z 2015-06-09T09:37:00Z <p class="sapomedia images"><img style="float: left; padding: 10px 10px;" title="sara.jpg" src="http://8.fotos.web.sapo.io/i/o3006d3a7/18514220_Yvu1R.jpeg" alt="sara.jpg" /></p> <p>As nossas cinco perguntas desta semana foram para a Sara, autora do <a href="http://desabafosagridoces.blogs.sapo.pt/">Desabafos Agridoces</a> desde 2010.</p> <p> </p> <p><strong>O que a levou a criar um blog?</strong></p> <p>A história da criação do Desabafos é a mais curta de sempre: era Verão e eu estava a morrer de tédio. Vai daí decidi abrir um blog para me queixar disso mesmo…E para dar opiniões sérias e profundas sobre cenas. Também tive aqui no Sapo um blog antes deste, mas era colectivo e sobre apenas um tema por isso achei que seria giro ter um espaço gerido só por mim. Do género, vamos lá ver no que isto dá…<br /> <br /><strong>O Desabafos Agridoces está quase a fazer 5 anos. É muito diferente blogar hoje?</strong></p> <p>Acho que por um lado me tornei mais consciente e por outro mais descontraída desde essa altura…Parece uma contradição mas eu explico: quando comecei o Desabafos não fazia quase ideia do que era todo este universo, seguia muito poucos blogs…É fácil abrir um espaço e começar a escrever: achava que ninguém iria ler aquilo. Com o tempo fui ganhando filtros em relação ao que escrevo. Às vezes não dá para publicar a minha primeira ideia, nem a segunda nem a terceira…Não é como ter um diário fechado na gaveta: é um espaço que pode ser visitado por toda a gente. No início não pensava tanto nestas questões, sobre que assuntos devem ficar na gaveta e que assuntos devem ir para o blog, devo colocá-lo privado ou não…Por outro lado, vai haver sempre pessoas no meio dessas que chegam ao blog que não vão gostar – não concordam, não gostam dos textos, acham que somos isto e aquilo…Não há nada a fazer e com o tempo também se passa a aceitar isso com mais naturalidade. Era comum também no início pensar: será que isto vai agradar? Se calhar devia escrever sobre o tema do momento…Definitivamente a minha perspectiva sobre algumas coisas mudou desde então. Claro que vai sempre haver textos que não ficam tão bons ou que deixam de fazer sentido passado um tempo – nunca somos os mesmos de ontem nem seremos os mesmos amanhã.<br /> <br /> <br /><strong>Uma grande componente do blog são as suas leituras. Sempre teve grandes hábitos de leitura?</strong></p> <p>Sempre gostei de livros, ou seja, não houve um momento em que não gostasse e depois tivesse passado a gostar por qualquer motivo…Nenhuma linha divisória. Quando era bebé, costumam contar-me, entretinha-me muito a folhear coisas. Devia haver qualquer coisa que me atraía nisso, embora objectivamente não possa dizer o quê. Mais tarde comecei a perseguir a minha mãe para que me lesse histórias e depois avancei para os livros de aventuras e juvenis, depois os romances e os clássicos…Fui fazendo a minhas próprias descobertas. Adoro as histórias, com tudo o que elas proporcionam, e adoro as capas, o cheiro das folhas, colocá-los estante – todas essas coisinhas ridículas. Mas não considero que seja muita culta nem nada que se pareça. Gosto de ler o que me apetece, quando me apetece.<br /> <br /> <br /><strong>Qual é o post mais comentado no blog? E qual gostaria que tivesse recebido mais feedback?</strong></p> <p>O post mais comentado foi um chamado <a href="http://desabafosagridoces.blogs.sapo.pt/esse-tabu-170346">Esse Tabu</a> sobre o facto de algumas mulheres optarem por não terem filhos e o julgamento negativo da sociedade em relação a essa escolha…Apesar de ser um tema algo polémico o feedback foi muito positivo. Foi com grande prazer que li os vários testemunhos deixados ali por mães e não mães. Também é para isto que servem os blogs: para trocar ideias e para aprendermos uns com os outros, expandido as nossas formas de pensar. Gosto sempre de receber feedback do que escrevo porque isso significa que houve alguém achou que valia a pena gastar algum do seu tempo com o meu cantinho…Mesmo que sejam poucas pessoas.<br /><br /><strong>Pode recomendar-nos outro blog no SAPO?</strong></p> <p><a href="http://golimix.blogs.sapo.pt/">Eu tento, mas o meu tento não consegue</a> da Golimix, querida seguidora, e também:  a <a href="http://stoneartportugal.blogs.sapo.pt/">Magda</a>, a <a href="http://desabafosdanr.blogs.sapo.pt/">Nathy</a>, o <a href="http://zanadu.blogs.sapo.pt/">Tiago</a> e <a href="http://amulherqueamalivros.blogs.sapo.pt/">a Mulher que ama livros</a> – tudo gente com blogs porreiros.</p> <p> </p> <p><strong>Obrigado Sara!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:219568 Pedro 2015-06-02T15:03:00 Meet the blogger: Chef Rui Ribeiro 2015-06-02T14:12:08Z 2015-06-02T15:59:59Z <p class="sapomedia images"><img style="float: left; padding: 10px 10px;" src="https://imgs.sapo.pt/sapoid/id2/avtr/7dfc43c79379f54b6a0fe7f5d90d08715451ad3e/142842425761594570.JPEG" alt="" /></p> <p>O <a href="http://blogs.sapo.pt/profile?blog=fazecome">Chef Rui Ribeiro</a> é o autor de um dos blogs mais doces do bairro, o <a href="http://fazecome.blogs.sapo.pt/">faz e come</a>, e respondeu a algumas perguntas nossas sobre o seu trabalho e blog.</p> <p> </p> <p><strong>Quem é o Rui Ribeiro?</strong></p> <p>Um jovem cozinheiro, com 31 anos, que gosta de partilhar aquilo que melhor sabe fazer.</p> <p>Cozinhar e rir e fotografar são as minhas atividades preferidas. Lidero a cozinha do Restaurante Abrigo do Taboão em Paredes de Coura, dou formação e é entre os tachos que eu sou feliz.</p> <p> </p> <p><strong> O faz e come é um blog de doçaria. Porquê só bolos?</strong></p> <p>O Faz e come surgiu como resposta à necessidade de registar as receitas que crio e ponho em prática. Funciona, também, como “instrumento” de partilha das mesmas. Não é só um blog de doçaria mas confesso que, cada vez mais, esta necessidade de precisão no cálculo e dosagem dos ingredientes para que o resultado final seja perfeito, me desafia mais do que nas iguarias salgadas que preparo.</p> <p> </p> <p class="sapomedia images"><a class="media-link" href="http://fazecome.blogs.sapo.pt/pavlova-de-cerejas-com-marshmallows-e-59269"><img class="" style="padding: 10px 10px;" src="http://0.fotos.web.sapo.io/i/G46068aad/18437624_k92wB.jpeg" alt="" width="1024" height="706" /></a></p> <p class="sapomedia images"> </p> <p class="sapomedia images">Fotografia do chef Rui Ribeiro, <a href="http://fazecome.blogs.sapo.pt/pavlova-de-cerejas-com-marshmallows-e-59269">Pavlova de cerejas com marshmallows e chocolate branco</a>.</p> <p class="sapomedia images"> </p> <p><strong>Como surgiu o interesse pela culinária?</strong></p> <p>Desde pequeno, com 5 ou 6 anos que adorava ajudar a minha mãe a bater bolos e, posteriormente, como a maioria das crianças, a rapar o recipiente... Acho que fez sempre parte da minha vida, lembro-me de comer e desfrutar com as refeições preparadas pela minha avó materna, de quem julgo herdar esta paixão.</p> <p> </p> <blockquote> <p>esta necessidade de precisão no cálculo e dosagem dos ingredientes para que o resultado final seja perfeito, me desafia mais do que nas iguarias salgadas</p> </blockquote> <p> </p> <p><strong>A fotografia é importante na forma como apresenta as suas receitas. É algo que aprendeu sozinho?</strong></p> <p>Sem dúvida que a imagem é muito importante no ramo da alimentação e mais no mundo das redes sociais.  E porque os olhos são os primeiros a comer, julgo que uma boa imagem retrata toda a emoção e dedicação que colocamos numa  receita. Desde pequeno que o mundo da fotografia me fascina. Sou daqueles que, devido à ansiedade para ver o resultado final, abriam as máquinas fotográficas para ver o rolo e, como conseguinte, estragava algumas fotos. Agora, alguns anos depois e sem rolos, fui aprendendo algumas técnicas e dicas, se bem que gostaria de receber formação nessa área para poder tirar fotos ainda mais bonitas e com cenários “de revista” .</p> <p> </p> <p><strong>Finalmente, quem come os bolos que vemos no blog depois de fotografados? :)</strong></p> <p>Depois de fotografados, a maior parte dos bolos não são devorados cá em casa. Sim, isso suscita, por vezes, algum reboliço... Colaboro com uma cafetaria/bar e a maior parte das minhas sobremesas são lá vendidas à fatia.</p> <p>No entanto, tenho uns colegas de trabalho bem  gulosos que ficam felizes quando algum dos meus bolos vai parar, de manhã, à “salinha ao fundo à esquerda” :)</p> <p> </p> <p><strong>Obrigado Rui!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:219159 Sérgio B. 2015-06-01T10:50:00 Nunca mais perca um post 2015-06-01T09:53:15Z 2015-06-01T10:20:27Z <p class="p1"><span class="s1">Conhecemos a sensação de apagar um post por acidente e não conseguir recuperá-lo. Perder um post ou rascunho é frustrante, mas até aqui pouco havia a fazer. Esperamos mudar isso hoje, com a introdução de uma nova funcionalidade que põe fim à eliminação acidental de conteúdos: a <strong>Reciclagem</strong>.</span></p> <p class="sapomedia images" style="text-align: center;"><img style="padding: 10px 10px;" title="reciclagem menu" src="http://3.fotos.web.sapo.io/i/B2e118c3d/18458222_Kcd73.jpeg" alt="reciclagem menu" width="500" height="243" /></p> <p> </p> <p><strong>Como funciona?</strong></p> <p> </p> <p>Na reciclagem pode-se consultar o conteúdo de cada item, pesquisar por aquele rascunho mais antigo, e acima de tudo restaurar cada um ao seu estado anterior de publicação. Tudo é mantido e um post restaurado surgirá no seu blog como se nunca tivesse sido eliminado.</p> <p> </p> <p>Está disponível uma nova secção na área de Edição de cada blog de onde é possível recuperar posts ou rascunhos que foram apagados. A partir de agora o ato de apagar um post já não o elimina por completo de um blog, sendo uma cópia de segurança mantida na Reciclagem, e o mesmo acontece com os rascunhos.</p> <p class="sapomedia images"><img style="padding: 10px; display: block; margin-left: auto; margin-right: auto;" title="reciclagem" src="http://4.fotos.web.sapo.io/i/B710659c3/18458213_H2BlV.png" alt="reciclagem" width="500" height="246" /></p> <p> </p> <p><strong>Os meus posts são guardados para sempre?</strong></p> <p> </p> <p>Não, a reciclagem não é eterna. Os posts e rascunhos aqui guardados serão mantidos durante <strong>90 dias</strong>, ao fim dos quais serão eliminados permanentemente. E para os mais apressados, disponibilizamos também a possibilidade de esvaziar a reciclagem por completo.</p> <p> </p> <p>Esperamos que gostem e que vos poupe muitas dores de cabeça. Contamos com o vosso feedback!</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:219116 Pedro 2015-05-25T16:04:00 Meet the blogger: Sofia Margarida 2015-05-25T15:13:52Z 2015-05-25T15:13:52Z <p class="sapomedia images"><img class="" style="float: left;padding: 10px 10px;" title="sofiam.jpg" src="http://9.fotos.web.sapo.io/i/o68140848/18452261_mVtSL.jpeg" alt="sofiam.jpg" width="150" height="150" /></p> <p>Todas as semanas entrevistamos um ou uma blogger do SAPO. Esta semana colocámos 5 perguntas à <a href="http://sofiamargaridablog.blogs.sapo.pt/">Sofia Margarida</a>, apaixonada por trabalhos manuais, principalmente feltro.</p> <p> </p> <p><strong>Para quem não a conhece, quem é a Sofia Margarida?</strong></p> <p>Esta não é uma pergunta de todo simples. Mas cá vai. Tenho 24 anos, Licenciada em Contabilidade e Gestão Financeira mas com um gosto enorme pelos trabalhos manuais. Sou teimosa, com mau feitio... mas muito meiga, amiga e carinhosa.Sou muito ligada à família e aos amigos, são como um porto seguro para mim.  Considero-me uma lutadora, não por ganhar muitas batalhas, mas por lutar sempre para ser feliz! Porque para mim o mais importante é mesmo poder ser feliz!<br /><br /></p> <p><strong>Usa o blog para expor alguns dos trabalhos manuais que faz. Como começou e o que gosta mais de fazer?</strong></p> <p>Na altura que comecei a trabalhar com feltro, estava desempregada e o dia da Mãe estava a aproximar-se e eu queria fazer algo especial, algo único. A tarefa mais complicada foi... o que vou fazer? Nada me vinha à cabeça, até que olhei para um porta-chave giríssimo que me tinha sido oferecido pela minha Avó. Um cão de feltro feito por ela, que aprendeu a fazer na Universidade Sénior. Eu também podia fazer um, mas... não sabia onde se comprava, como se costurava, como se utilizava e estava longe dela. A única forma que me restou foi, procurar na Internet, ver imensos vídeos até perceber como havia de começar. Não era tarde nem cedo, sai de casa e fui comprar, linhas feltro, agulhas , tudo o que encontrava. Tinha vontade de comprar tudo, estava super empolgada. Lá fui por mãos à obra e bem, ... a primeira experiência não correu muito bem, mas... foi feito com muito carinho. (Podem ver o resultado aqui - http://sofiamargaridablog.blogs.sapo.pt/o-i<wbr />nicio-504 ). Confesso que depressa me apaixonei pelo feltro, e parece que é um daqueles amores que vai durar. Adoro fazer de tudo, novos desafios, mas confesso que tenho especial carinho por coisas para crianças e princesas. </p> <p> </p> <p><strong>Faz agora mais ou menos um ano desde que criou o blog. Que balanço faz?</strong></p> <p>Parece que foi ontem, como o tempo passa! É sem dúvida um balanço muito positivo, com algumas ausências, algumas vontades de desistir, mas cá continuo. Ultimamente tenho andado muito ausente, mas já estou cheia de saudades e vontade de regressar ao meu cantinho. Pois o Sapo Blogs é uma verdadeira casa e por mais ausente que esteja, hei-de sempre voltar.</p> <p> </p> <p><strong>Pode partilhar connosco um motivo de entusiasmo recente (uma viagem, uma surpresa boa, etc)?</strong></p> <p>Ser convidade para o Meet the blogger foi sem dúvida um momento de enorme felicidade, obrigada queridos Sapinhos! Mas posso partilhar outro, o nascimento da minha prima Margarida, sou uma prima muito babada.</p> <p> </p> <p><strong>Pode recomendar-nos outro blog SAPO?</strong><br />Recomendar apenas um? Isso é impossível, não consigo escolher só um. Por isso vou recomendar o Clube das Pistosgas ( <a href="http://stoneartportugal.blogs.sapo.pt/">Magda Pais</a>, <a href="http://desabafosdanr.blogs.sapo.pt/">Nathy</a> e <a href="http://umardepensamentos.blogs.sapo.pt/">M*</a>)</p> <p> </p> <p><strong>Obrigado, Margarida!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:218643 Pedro 2015-05-18T11:39:00 Meet the blogger: José Gabriel Quaresma 2015-05-18T10:47:50Z 2015-05-18T13:55:59Z <p class="sapomedia images"><img style="float: left; padding: 10px 10px;" title="josequaresma.jpg" src="http://5.fotos.web.sapo.io/i/o36119c8e/18425569_y3RVK.jpeg" alt="josequaresma.jpg" /></p> <p>Fomos falar com o blogger que (provavelmente) mais corre no nosso bairro virtual, o <a href="http://blogs.sapo.pt/profile?blog=ogatoquecorre">José Gabriel Quaresma</a>, jornalista e autor do <a href="http://thecatrun.blogs.sapo.pt/">The Cat Run</a>.</p> <p> </p> <p><strong>Quem é o "Cat"?</strong><br />O "Cat” é a personagem do blog <a href="http://thecatrun.blogs.sapo.pt/">The Cat Run</a>. Ele é uma e duas pessoas. Ele dá a cara por aquilo que eu escrevo e eu escrevo sobre aquilo que o pulsar dos dias me impele a escrever. Escrevo sempre sobre corrida. As minhas corridas, as corridas dos outros, escrevo sobre histórias que descubro. Escrever sobre o pulsar dos dias e escrever sobre correr é, na verdade, escrever sobre a vida de cada um de nós, quase sempre sobre a minha vida de todos os dias. Dela faz parte integrante a corrida. É isso que faço. É essa a função do “Cat”, a personagem do blog, ser o mensageiro.</p> <p>The Cat Run não nasceu para entrar em território de ninguém, muito menos para tentar ombrear com os blogs que existem, muitos deles, felizmente, blogs com enorme e longo sucesso, espaços de autores que admiro e que me inspiram e inspiraram para levar este projecto em frente. The Cat Run é e quer ser um blog diferente, isso é assumido. Personalidade própria, escrita própria, linha editorial própria, ideias próprias. Ser um blog diferente é beber nos blogs que entendo serem inspiradores e moldar o carácter individual do meu próprio blog. Sem cópias. É, sobretudo, um espaço de escrita livre, de opinião assumida, que pretende ser um produto interessante, acessível, inspirador, no qual o que se escreve pode ter a ver com tudo e com nada. Até se pode escrever e já se escreveu sobre provas, corridas mas, qualquer linha que se escreva no blog tem que contar uma história. Esse é o segredo do Gato. Acaba de ser revelado. O Gato quer ter o seu próprio espaço, o seu próprio modelo, mas sabe que para lá chegar demora muito tempo, dá muito trabalho. Mas também sabe que é possível lá chegar.</p> <p>O Gato utiliza técnicas de escrita criativa e de escrita jornalística, na tentativa de tornar o que escreve mais apelativo e gostoso para quem lê. A esmagadora maioria das fotos são tiradas com iPhone, algumas com iPad, são raras as que são descarregadas da internet. Tem uma explicação: o Gato gosta de tocar com a escrita quem o lê. A proximidade, a intimidade, a vulgaridade da escrita é, segundo o que o Gato pensa, potenciada com fotos originais, tiradas pelo próprio Gato. Fica tudo muito mais coerente.</p> <p> </p> <blockquote> <p>A proximidade, a intimidade, a vulgaridade da escrita é, segundo o que o Gato pensa, potenciada com fotos originais, tiradas pelo próprio Gato.</p> </blockquote> <p> </p> <p>Como o Gato gosta de correr longas (médias, vá) distâncias, todos os meses convida alguém a escrever um texto. Já tens nomes bem interessantes em agenda. Está em marcha um plano de entrevistas mensais a figuras reconhecidas local ou mundialmente. Se o Gato é o meu mensageiro, se eu sou técnico instalador de palavras, de profissão, então que o Gato dê a novidade mas não lhe cortem a cabeça.</p> <p>The Cat Run apenas pretende ser The Cat Run. Nada mais. Basta haver apenas um leitor para valer a pena. Felizmente têm havido cada vez mais leitores. Está a valer a pena.<br /><br /><strong>Como surgiu a ideia de criar um blog?</strong> <br />Foi um TPC. Há uns meses vivi um episódio desagradável nas redes sociais, depois de darem um significado a algo que escrevi totalmente errado e diferente do que pretendi. Aprendi que estas coisas são de uma enorme responsabilidade. Decidi, então, tirar um curso sobre blogs, na Palavras Ditas, com o <a href="http://oarrumadinho.blogs.sapo.pt">Ricardo Martins Pereira</a>. Criar, desenvolver e gerir um blog de sucesso. Depois do episódio desagradável comecei a olhar para a blogosfera como um espaço mais tranquilo, mas fresco, onde se pode fazer coisas novas, desenvolver ideias, conceitos. Enquanto frequentava o curso percebi que, se calhar, gostava de ser bloger profissional. Percebi que isso leva uma eternidade de trabalho duro, quando acontece, o que não é frequente. Só alguns conseguem. Mas, porque não?</p> <p>Numa terça feira o trabalho, na aula, foi criar um blog. Cada um criou o seu. O trabalho para casa (TPC) era escrever um texto no blog, o primeiro, e enviar o link ao Ricardo, para analisar e discutir na aula de quinta feira. Só eu é que enviei o meu. A ideia era criar o blog e quando o curso terminasse o blog terminava também. Como amo correr, quando o desafio foi lançado a corrida foi o tema escolhido imediatamente. A personagem nasce, tal como o blog, para morrer logo a seguir. O Gato, The Cat, nasceu com o argumento que as miúdas, na escola, me chamavam gato. Obviamente, isso deu conversa. Resultou. Quis apenas chamar a atenção, utilizei um argumento que sabia que ia dar em conversa, expliquei exactamente isto e disse: fica o Gato, mas tem nada a ver com o que as miúdas me chamavam. Se resultou com vocês resultava com outras pessoas. E, ficou o Gato que corre, The Cat Run.</p> <p> </p> <blockquote> <p>Depois do episódio desagradável comecei a olhar para a blogosfera como um espaço mais tranquilo, mas fresco, onde se pode fazer coisas novas, desenvolver ideias, conceitos.</p> </blockquote> <p> </p> <p>O problema é que no dia seguinte a essa aula, na sexta feira, recebo uma mensagem via Facebook de um amigo que conheci nas corridas e que pertence a uma crew de Lisboa. Dizia-me ele que o meu texto estava em destaque no SAPO. Confesso que fiquei meio à toa, mas com um sorriso gigantesco: o meu primeiro texto… Isso provocou a vinda de leitores, mais textos escritos e uma decisão: não podia encerrar o blog no fim do curso. E, aqui está ele. Quando ele nasceu e até decidir manter, o <a href="http://thecatrun.blogs.sapo.pt/">The Cat Run</a> não tinha nenhum objectivo definido a não ser escrever sobre a corrida e a vida. Há pessoas que aguardam pelos textos, que visitam o blog, que reagem. O blog já não é indiferente para algumas pessoas, nem para mim. Para mim nunca foi indiferente. A exigência, o padrão de qualidade, aumentam. Os objectivos definem-se. The Cat Run quer ser, quando tiver que ser, se conseguir ser, um blog sobre corrida, onde se pensa sobre a vida, mas um blog sobre corrida. Ele quer evoluir para uma plataforma que tenha como oferta este olhar diferente sobre o que amo que é correr e ao mesmo tempo um outro posicionamento, que envolva informação tratada e acessível a quem corre. Está pensado, a médio prazo, começar a transformar o The Cat Run num crowdsourcing de corrida. Tudo aqui. Viagens, provas, equipamentos, alimentação, tecnologia, medicina e, claro, filosofar um bocado sobre a corrida. Tudo junto, penso que será um blog que dará gosto visitar todos os dias. Um dia. <br /><br /><strong>Há quanto tempo corre diariamente? Foi difícil desenvolver essa rotina?</strong> <br />Comecei a correr com regularidade há três anos. Sempre tive tendência para ser anafado. Entrei nos quarenta com cabelo. Só me faltava perder cabelo para ser o típico português, e gostar de caracóis. Decidi começar a correr. Joguei futebol até aos 22 anos. Depois, até aos 40, ia ao ginásio umas duas vezes por semana e ficava uns meses sem lá voltar. Era preciso fazer alguma coisa. Sempre detestei correr na rua. No ginásio adorava. Mas, pagava o ginásio e não o utilizava por causa dos horários de trabalho. Comecei a sair para correr uns quilómetros, o tempo foi passando, os quilómetros aumentando, e depois foi como toda a gente que ama correr, passei a correr mais em menos tempo, perdi imenso peso, tornei-me uma pessoa totalmente diferente - endorfinas rulezz - e, hoje em dia, correr já não é um acto, passou a ser algo que faz parte dos meus dias, de mim, algo em que estou total e incondicionalmente viciado. Em todos os aspectos. Tem sido difícil desenvolver esta rotina. Foi difícil. Agora é rotina. As dores nas pernas são a minha dor de cabeça. Há, no entanto, tudo o resto que supera as dores, a falta de vontade, que às vezes também aparece, o frio, a chuva - adoro correr com frio e com chuva - o sol e o calor - fico bronzeado em metade do tempo das outras pessoas -, que não é tarefa fácil, mas que no final de cada corrida sabe a uma vitória. Muito saborosa. Aprendi a conhecer o meu corpo, a minha mente e a curar as gripes a correr.</p> <p> </p> <blockquote> <p>correr já não é um acto, passou a ser algo que faz parte dos meus dias, de mim, algo em que estou total e incondicionalmente viciado.</p> </blockquote> <p> </p> <p><br /><strong>Há cada vez mais pessoas a correr. Acha que é um fenómeno para durar?</strong> <br />Tudo é possível. O Hi5 também nunca ia acabar e o Facebook matou-o. Acho que dificilmente o Facebook vai morrer. Por isso, acho que é para durar e é um fenómeno. Acho que são milhões de pessoas como eu, em todo o mundo, que de repente se aperceberam de uma moda, porque começou por ser moda, entraram nela e não mais dela querem sair, como eu. Em todo o mundo. Costumo correr no passeio ribeirinho em Vila Franca de Xira ou na Lezíria, no Porto Alto, ou em Samora Correia, no meio da cidade. Corro, como disse, há três anos. É visível, todos os dias, ou noites, cada vez mais e mais pessoas a correr, cada vez mais crews a nascerem, cada vez mais pessoas a caminhar, cada vez mais jovens e menos jovens, toda a gente, parecem formigas. Por causa da corrida, neste momento, sigo e seguem-me, no Instagram, pessoas de todos os cantos do mundo, Indonésia, EUA, Nova Zelândia, Rússia, Austrália, França, Reino Unido, sei lá, de todo o lado. E, o que é que temos em comum? A corrida. As pessoas descobriram que temos treinador, psicólogo, médico e contador de histórias, gratuito, basta ter um par de ténis e uns calçoes e uma camisola. É o desporto mais democrático e mais barato de todos. Isso é válido para o mundo inteiro. As redes sociais ligaram a teia, uniram as tribos em redor de uma tendência.<br /><br /><strong>Pode recomendar-nos outro blog no SAPO que siga?</strong> <br />Sigo blogs de corrida, pura e dura, blogs generalistas, sigo blogs que me ensinem sobre a corrida e blogs que me dêem prazer enquanto leio. Podia recomendar vários, não o faço por motivos óbvios. Mas, a maioria dos blogs que sigo estão no SAPO.</p> <p> </p> <p><strong>Obrigado José!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:218564 Pedro 2015-05-12T12:13:00 "Posts destacados" em mais templates 2015-05-12T11:20:50Z 2015-05-12T11:22:16Z <p>Na semana passada lançámos esta nova funcionalidade, chamada <strong>Posts destacados</strong>, que permite facilmente destacar posts no cabeçalho do blog. A funcionalidade está agora disponível <strong>em mais seis templates</strong>, a saber:</p> <ul> <li class="sapomedia images">Sobrescrito</li> <li class="sapomedia images">Listrado</li> <li class="sapomedia images">Crafty</li> <li class="sapomedia images">Da noite para o dia</li> <li class="sapomedia images">Livros</li> <li class="sapomedia images">Chocolate</li> </ul> <p class="sapomedia images"><a class="media-link" title="posts-destacados.jpg" href="http://fotos.sapo.pt/pedron/fotos/?uid=RtGbtgLScEgR4omhjd4n"><img style="padding: 10px 10px;" title="posts-destacados.jpg" src="http://5.fotos.web.sapo.io/i/oc406be09/18396002_67fDC.jpeg" alt="posts-destacados.jpg" /></a></p> <p> Para destacar um post, basta assinalar a respetiva estrela na área de edição do blog. Os posts assinalados com uma estrela são apresentados automaticamente no cabeçalho do blog, até um máximo de três destaques (ordenados cronologicamente).</p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:218215 Pedro 2015-05-06T10:30:00 Mais templates e uma novidade 2015-05-06T09:49:03Z 2015-05-06T09:57:51Z <p class="sapomedia images"><img class="editing" style="padding: 10px 10px;" title="templatesmaio.jpg" src="http://1.fotos.web.sapo.io/i/o8a11a542/18363628_E5Ug9.jpeg" alt="templatesmaio.jpg" /></p> <p class="sapomedia images">Abril foi um mês cheio de novidades por aqui no <strong>SAPO Blogs</strong>, mas temos mais coisas boas reservadas. Hoje são três novos templates para espreitar na área de gestão: <a href="http://blogs.sapo.pt/customize/preview/E15_Mosaicos2.bml">Mosaicos 2.0</a>, <a href="http://blogs.sapo.pt/customize/preview/E15_Coral.bml">Coral</a> e <a href="http://blogs.sapo.pt/customize/preview/E15_Galao.bml">Galão</a>. A grande novidade destes templates, todavia, não está no design, mas na funcionalidade <strong>Posts destacados</strong>, que permite colocar qualquer post em destaque no cabeçalho do blog.</p> <p class="sapomedia images"> </p> <p class="sapomedia images"><strong>Como funciona?</strong> É simples, na área de edição dos posts, basta assinalar qualquer post com o ícone <img style="vertical-align: middle;" src="http://blogs.sapo.pt/tinymce4/plugins/sapoemoticons/img/EMOTICON_STAR.png" alt="" width="24" height="24" /></p> <p class="sapomedia images"><img style="padding: 10px 10px;" title="postsdestacados.jpg" src="http://9.fotos.web.sapo.io/i/od2067d37/18363632_5Odhi.jpeg" alt="postsdestacados.jpg" /></p> <p class="sapomedia images">Os posts assinalados com uma estrela são apresentados automaticamente no cabeçalho do blog, até um máximo de três destaques (ordenados cronologicamente). Além dos destaques no cabeçalho é possível ter uma lista dos destaques mais recentes na coluna lateral (na página <strong>Layout</strong>, basta acrescentar o componente <strong>Posts destacados</strong>).</p> <p class="sapomedia images"> </p> <p class="sapomedia images">Para já, a funcionalidade <strong>Posts destacados</strong> só está disponível nos templates lançados hoje e no <strong>Clássico</strong>, <strong>Vogue</strong> e <strong>Estilista</strong>. Eis a lista dos templates que vão receber esta funcionalidade <strong>muito brevemente</strong>:</p> <ul> <li class="sapomedia images">Sobrescrito</li> <li class="sapomedia images">Listrado</li> <li class="sapomedia images">Crafty</li> <li class="sapomedia images">Da noite para o dia</li> <li class="sapomedia images">Livros</li> <li class="sapomedia images">Chocolate</li> </ul> <p>Gostaram dos novos templates? Já começaram a destacar posts?<strong> Contamos com o vosso feedback!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:218045 Pedro 2015-05-04T16:18:00 Meet the blogger: Going Nuts 2015-05-04T15:24:18Z 2015-05-04T15:24:25Z <p class="sapomedia images"><img style="float: left; padding: 10px 10px;" title="helena.jpg" src="http://9.fotos.web.sapo.io/i/o7a115ba9/18353459_2aFZB.jpeg" alt="helena.jpg" /></p> <p>Esta semana estivémos à conversa com a Helena, autora do <a href="http://goingnuts.blogs.sapo.pt/">Going Nuts</a>, a quem colocámos cinco perguntas sobre o seu blog.</p> <p> </p> <p><strong>Do que fala no Going Nuts?</strong><br />O Going Nuts fala essencialmente das minhas vivências e do que eu sinto em relação aos aspectos que me vão aparecendo no dia-a-dia. Na realidade acho que o Going Nuts neste momento é um espelho que reflecte tudo o que sinto e tudo o que estou a viver neste momento.<br /><br /><strong>Criou o blog em 2009, mas retomou o blog o ano passado. O que a trouxe de volta à blogosfera?</strong><br />De facto criei o blog em 2009, mas entretanto e por diversos factores externos afastei-me, sem no entanto ter esquecido o meu blog, do qual tinha saudades mas sem tempo para ele.  Agora voltei. Como eu disse estive ausente, mas ele manteve-se presente no meu pensamento. Voltei (acho eu) com uma postura diferente, visto que o meu blog é neste momento o meu auxiliar de memória. É o relembrar, deste meu grande objectivo que é o tentar deixar de fumar!<br /><br /><strong>Está a contar no blog os dias sem tabaco. O que a levou a decidir deixar de fumar?</strong><br />Como fumadora consciente, fui ficando cada vez mais preocupada com o porquê de insistir em algo que me fazia mal. Os filhos também iam insistindo que eu devia deixar de fumar: pela minha saúde, por eles, pelo cheiro.... O maridão tinha conseguido deixar de fumar há já cinco anos e também me dizia que bastava querer. Inscrevi-me no Centro de Saúde e comecei as consultas antitabagicas, rapidamente (3 semanas) o querer sobrepôs-se ao vicio, achei que tinha que aproveitar bem a 6ª feira 13 e decidi que não fumava naquele dia e desde então todas as manhãs tomo a mesma decisão: Hoje não fumo!<br /><br /><strong>Tem mais algum objetivo no horizonte?</strong><br />O meus objectivos próximos são:</p> <ol> <li>Cimentar esta vontade, tornando-a definitiva.</li> <li>Continuar com esta aprendizagem que é o ser feliz por mim e para mim, sem depender de ninguém, pois acredito piamente que se for feliz sozinha, espalho felicidade à minha volta e todos beneficiamos.</li> <li>Como consequência directa da minha decisão vou ter que começar a praticar desporto, é que os quilos a mais estão a bater à porta.</li> </ol> <p><strong>Pode recomendar-nos outro blog no SAPO?</strong><br />Tantos, acho que os bloggers escrevem tão bem. Sem grandes "lambidelas de botas", os blogues SAPO são tão extensos e fantásticos que eu costumo a dizer: "É um mundo para descobrir"!<br /><br />Gosto tanto de ler uma série deles, pelos mais diversos motivos, aqui vão alguns, é que se eu enumerar a todos a lista seria mesmo muito grande :<br /><br />Porque ela tenta sempre manter-se positiva, mesmo perante as adversidades:<br /><a href="http://meandmyboy.blogs.sapo.pt/">http://meandmyboy.blogs.sapo.pt/</a><br /><br />Pela luta que ela está a fazer para encontrar emprego:<br /><a href="http://pimentanalingua.blogs.sapo.pt/">http://pimentanalingua.blogs.sapo.pt/</a><br /><br />Porque ela anda sempre a motivar-me:<br /><a href="http://justmom.blogs.sapo.pt/">http://justmom.blogs.sapo.pt/</a><br /><br />Porque adoro o(s) seu(s) sentido(s) de humor:<br /><a href="http://just_smiiile.blogs.sapo.pt/">http://just_smiiile.blogs.sapo.pt/</a><br /><a href="http://maisvaleumaboaquarentona.blogs.sapo.pt/">http://maisvaleumaboaquarentona.blogs.sa<wbr />po.pt/</a><br /><a href="http://adesarrumada.blogs.sapo.pt/">http://adesarrumada.blogs.sapo.pt/</a><br /><a href="http://carrocadeouro.blogs.sapo.pt/">http://carrocadeouro.blogs.sapo.pt/</a><br /><a href="http://varufakis.blogs.sapo.pt/">http://varufakis.blogs.sapo.pt/</a><br /><br />E porque (at last but not least)... ela anda a pensar deixar de fumar e anda à procura de inspiração:<br /><a href="http://aspalavrasquenaodigo.blogs.sapo.pt/">http://aspalavrasquenaodigo.blogs.sapo.p<wbr />t/</a></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:217656 Pedro 2015-04-28T11:27:00 Meet the blogger: Carla Hilário Quevedo 2015-04-28T10:37:37Z 2015-04-28T10:47:55Z <p class="sapomedia images"><img style="float: left; padding: 10px 10px;" title="carla.jpg" src="http://4.fotos.web.sapo.io/i/o4111eb85/18325259_dI6ct.jpeg" alt="carla.jpg" /></p> <p>Esta semana entrevistámos a Carla Hilário Quevedo, autora do blog <a href="http://bomba-inteligente.blogs.sapo.pt/">bomba inteligente</a>.</p> <p> </p> <p><strong>Criou o seu blog em 2003, numa altura em que ainda era raro ouvir falar em blogs. O blog potenciou a sua escrita ou deu-lhe simplesmente um meio de divulgação?</strong></p> <p>O blogue potenciou a escrita mais do que ser um meio de divulgação. Sobretudo potenciou o desenvolvimento de ideias que eu não sabia que tinha. De repente era preciso preencher uma imensa página em branco, dar-lhe uma forma, dar-lhe uma identidade, se quisermos. Nada disto era muito consciente na altura. Mas o blogue tem dois aspectos divertidos, além da escrita: a partilha e a criação de ideias que se repetem e dão forma ao que dantes era só um espaço em branco.<br /><br /><strong>A Carla assina vários espaços de opinião na imprensa escrita. Que diferenças existem na forma como escreve no blog e num jornal?</strong></p> <p>A forma e até o tom são muito determinados pelo espaço. É diferente ter um espaço ilimitado (o caso do blogue) ou ter de me explicar em 950 ou 3000 caracteres com espaços. Isto condiciona tudo.<br /><br /><strong>Assinalou há pouco tempo 12 anos de blog. O que a motiva, passado todo este tempo, para continuar a escrever como "bomba inteligente"?</strong></p> <p>Aqui entre nós, não escrevo no blogue há vários anos, mas não digam nada a ninguém. Ou escrevo muito pouco. O blogue tornou-se um meio de partilha dos meus textos, porque o tempo não tem estado do meu lado<br />neste aspecto. Mas não quero acabar com ele porque tenho uma relação pacífica e doce com o que seja para sempre. O blogue está ali para se me apetecer e tiver tempo para fazer dele mais activo e interventivo.<br />Ou outra coisa qualquer que não sei ainda o que é.<br /><br /><strong>O <a href="http://bomba-inteligente.blogs.sapo.pt/">bomba inteligente</a> não permite aos leitores deixarem comentários. Porquê?</strong></p> <p>Começou por não permitir porque a blogosfera era uma selva e preferia, mal por mal, ao menos não ser insultada no meu próprio blogue. Depois acabou por ficar assim. Também porque sou um bocadinho obsessiva com as respostas. Respondo a 90% das mensagens e não queria ficar presa aos comentários. Agora o blogue também está associado a contas de Facebook e Twitter, onde há comentários e respondo. Está tudo bem.</p> <p> </p> <p><strong>Pode recomendar-nos um blog no SAPO que siga?</strong></p> <p>Recomendo dois: <a href="http://acausafoimodificada.blogs.sapo.pt/">A causa foi modificada</a>, o melhor blogue não actualizado da blogosfera, e o <a href="http://mesamarcada.blogs.sapo.pt">Mesa Marcada</a>, um blog de gastronomia.</p> <p> </p> <p><strong>Obrigado, Carla!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:217460 Pedro 2015-04-27T11:55:00 Mais maneiras de descobrir o melhor do SAPO Blogs 2015-04-27T10:56:00Z 2015-04-27T10:56:00Z <p class="sapomedia images">Renovámos as páginas públicas do <strong>SAPO Blogs</strong>, para tornar mais fácil descobrir os vossos textos, imagens e vídeos.</p> <p class="sapomedia images"><a class="media-link" href="http://blogs.sapo.pt/destaques"><img class="" style="padding: 10px 10px;" title="destaques.jpg" src="http://0.fotos.web.sapo.io/i/ob006fccd/18320242_zIeYp.jpeg" alt="destaques.jpg" width="800" height="653" /></a></p> <p class="sapomedia images">A nova página de <a href="http://blogs.sapo.pt/destaques">Destaques</a> faz um apanhado geral dos posts que a equipa descobriu e recomendou.</p> <p class="sapomedia images"> </p> <p class="sapomedia images"><a class="media-link" href="http://blogs.sapo.pt/posts/last"><img class="" style="padding: 10px 10px;" title="ultimosposts.jpg" src="http://9.fotos.web.sapo.io/i/o0111ee54/18320244_hUHvC.jpeg" alt="ultimosposts.jpg" width="800" height="652" /></a></p> <p class="sapomedia images">A página dos <a href="http://blogs.sapo.pt/posts/last">Últimos Posts</a> passa a apresentar um excerto de cada um dos posts publicados, para tornar mais interessante aquilo que antes que era essencialmente uma lista aborrecida de ligações. Ao abrir um pouco o envelope de cada post, esperamos com isso aliciar mais leitores a visitarem os posts originais.</p> <p class="sapomedia images"> </p> <p class="sapomedia images"><a class="media-link" href="http://blogs.sapo.pt/tag?tag=chocolate"><img class="" style="padding: 10px 10px;" title="tags.jpg" src="http://9.fotos.web.sapo.io/i/o2211c15f/18320308_bZMjo.jpeg" alt="tags.jpg" width="800" height="652" /></a></p> <p>Nas <a href="http://blogs.sapo.pt/tags">tags</a> também ficou tudo mais interessante. Navegar pelos posts com a tag <a href="http://blogs.sapo.pt/tag?tag=chocolate">chocolate</a>, por exemplo, pode mexer com o nível de açúcar no sangue (a tag <a href="http://blogs.sapo.pt/tag?tag=bolo">bolo</a> é igualmente desaconselhada). Felizmente, há muito mais para explorar, a começar por algumas das tags preferidas da comunidade: <a href="http://blogs.sapo.pt/tag?tag=fotografia">fotografia</a>, <a href="http://blogs.sapo.pt/tag?tag=livros">livros</a>, <a href="http://blogs.sapo.pt/tag?tag=moda">moda</a>, <a href="http://blogs.sapo.pt/tag?tag=descontos">descontos</a>, <a href="http://blogs.sapo.pt/tag?tag=correr">correr</a>, etc.</p> <p> </p> <p>Esperamos que gostem! Como sempre, <strong>contamos com o vosso feedback!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:217215 Pedro 2015-04-23T10:34:00 O que andamos a ler? 2015-04-23T09:45:54Z 2015-04-23T09:49:30Z <p class="sapomedia images"><a class="media-link" title="diadolivro_homepage.jpg" href="http://blogs.sapo.pt"><img style="padding: 10px 10px;" title="diadolivro_homepage.jpg" src="http://4.fotos.web.sapo.io/i/o8311e28a/18296682_N26lp.jpeg" alt="diadolivro_homepage.jpg" /></a></p> <p>Falar de livros é também falar de blogs, como espaços virtuais de escrita, reflexão e leitura, pelo que nos juntámos ao <strong>Dia Mundial do Livro</strong> com uma série de destaques na homepage do <a href="http://blogs.sapo.pt">SAPO Blogs</a> às leituras e recomendações da comunidade, feitas a partir da tag <a href="http://blogs.sapo.pt/tag?tag=livros">livros</a>.</p> <p> </p> <p>E para provar que deste lado também existem fãs de livros, deixamos, abaixo, as recomendações e leituras atuais da equipa. <strong>Deixem as vossas nos comentários! Boas leituras!</strong></p> <p class="sapomedia images"> </p> <p class="sapomedia images" style="text-align: center;"><img class="" style="padding: 10px 10px; border: 1px solid #888888;" title="diadolivro_francisco.png" src="http://1.fotos.web.sapo.io/i/oaa069832/18296729_HEygz.png" alt="diadolivro_francisco.png" width="400" height="193" /></p> <p> </p> <p class="sapomedia images" style="text-align: center;"><img class="" style="padding: 10px 10px; border: 1px solid #888888;" title="diadolivro_teresa.png" src="http://6.fotos.web.sapo.io/i/o5911c038/18296694_4fLqr.png" alt="diadolivro_teresa.png" width="400" height="193" /></p> <p class="sapomedia images" style="text-align: center;"> </p> <p class="sapomedia images" style="text-align: center;"><img class="" style="padding: 10px 10px; border: 1px solid #888888;" title="diadolivro_catia.png" src="http://6.fotos.web.sapo.io/i/o09146282/18296695_a1FrT.png" alt="diadolivro_catia.png" width="400" height="193" /></p> <p class="sapomedia images" style="text-align: center;"> </p> <p class="sapomedia images" style="text-align: center;"><img class="" style="padding: 10px 10px; border: 1px solid #888888;" title="diadolivro_sergio.png" src="http://0.fotos.web.sapo.io/i/oc506e8b9/18296697_EZdC6.png" alt="diadolivro_sergio.png" width="400" height="193" /></p> <p class="sapomedia images" style="text-align: center;"> </p> <p class="sapomedia images" style="text-align: center;"><img class="" style="padding: 10px 10px; border: 1px solid #888888;" title="diadolivro_pedro.png" src="http://9.fotos.web.sapo.io/i/o8514597d/18296692_zaGeR.png" alt="diadolivro_pedro.png" width="400" height="193" /></p> <p class="sapomedia images" style="text-align: center;"> </p> <p class="sapomedia images" style="text-align: center;"><img class="" style="padding: 10px 10px; border: 1px solid #888888;" title="diadolivro_claudia.png" src="http://4.fotos.web.sapo.io/i/o5614cfa7/18296696_kCQ1z.png" alt="diadolivro_claudia.png" width="400" height="193" /></p> <p> </p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:216909 Pedro 2015-04-21T10:39:00 Todos os dias, pela manhã, há blogs quentes! 2015-04-21T09:41:07Z 2015-04-22T07:28:49Z <p class="sapomedia images"><a class="media-link" title="blogsquentes.png" href="http://blogsquentes.blogs.sapo.pt/"><img class="" style="padding: 10px 10px;" title="blogsquentes.png" src="http://0.fotos.web.sapo.io/i/o9a116087/18283972_8Art2.png" alt="blogsquentes.png" width="600" height="300" /></a></p> <p>Há um blog novo para seguir no SAPO: o <a href="http://blogsquentes.blogs.sapo.pt/">Blogs quentes</a>. É nele que vamos publicar, de segunda a sexta, às 08h da manhã, uma lista com os posts mais comentados do dia anterior em blogs SAPO.</p> <p> </p> <p>Partilhamos esta lista com a comunidade para que seja mais fácil descobrir <strong>os posts que mais estão a dar que falar no SAPO</strong>. Optámos por fazê-lo num blog para que, quem queira, possa segui-lo a partir da <a href="http://blogs.sapo.pt/leituras">área de Leituras</a> (o blog tem ainda o benefício acrescido de notificar automaticamente os autores dos posts ali citados).</p> <p> </p> <p>Como sempre, <strong>contamos com o vosso feedback!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:216822 Pedro 2015-04-20T09:47:00 Meet the blogger: Fernando Dinis 2015-04-20T08:52:23Z 2015-04-20T08:53:37Z <p class="sapomedia images"><img style="float: left; padding: 10px 10px;" src="https://imgs.sapo.pt/sapoid/id2/avtr/e9228bb2b70dd3e54da5fa461960c130be989453/142696985814419141.JPEG" alt="" /></p> <p>Esta semana entrevistamos <a href="http://blogs.sapo.pt/profile?blog=fernandodinis">Fernando Dinis</a>, autor do blog <a href="http://fernandodinis.blogs.sapo.pt/">Fico até tarde neste mundo</a>.</p> <p> </p> <p><strong>Escritor, poeta e pianista. É uma boa apresentação do Fernando?</strong></p> <p>É uma apresentação possível. Talvez neste momento substituísse a vertente musical pela fotografia, área pela qual sempre senti muita paixão e curiosidade, e onde tenho trabalhado mais nos últimos 3 anos. No blog coloco alguns dos meus trabalhos fotográficos. A música passa pela composição, neste caso através do piano, tendo editado em 2010 o disco Piano Solo e feito algumas bandas sonoras para televisão. Mas como sou um pouco avesso à ribalta, e fujo de dar concertos, essa área tornou-se muito ocasional.<br /><br />Na escrita, tendo editado dois livros e um deles ter sido romance vencedor de um prémio literário, entrega-me finalmente a esse ‘estatuto’ de escritor.<br /><br /><strong>Que finalidade(s) pode um blog cumprir para um escritor?</strong></p> <p>Tenho blogs desde 2003. É uma ferramenta que nos permite divulgar o que andamos a trabalhar e ter de algum público uma resposta imediata. É igualmente um incentivo a escrever, quase diarístico, um diário aberto (no meu caso). É óbvio que quando estou a trabalhar numa obra que pretendo publicar (no meu romance, como exemplo), esse material não pode entrar num blog. Também acontece o inverso. Muitos bloggers tornarem-se escritores com a escrita que vão deixando nos seus blogs. Um exemplo recente, o da escritora Ana Cássia Rebelo que iniciou a sua escrita no blog Ana de Amsterdam, e que neste momento editou um livro muito bom.<br /><br />Numa visão mais prática, o blog serve ao escritor como um memorando, com datas, vivências, memórias, e sabemos que isso, até ser nosso desejo, estará ali e nunca se perderá.<br /><br /><strong>Pode explicar a escolha do título <a href="http://fernandodinis.blogs.sapo.pt/">Fico até tarde neste mundo</a>?</strong></p> <p>É um título que me acompanha há muitos anos. Com todo o respeito, nasceu de uma certa ironia pelos poetas cujas vidas terminam abruptamente. Eu sou um poeta/escritor que tenciono manter-me neste mundo até mais tarde, (no mundo real? No das letras? No das artes? Para quê uma definição?), da mesma forma que se fazem horas extraordinárias no serviço. Gosto dessa imagética. Fico Até Tarde Neste Mundo acabou por se tornar mesmo o título de um livro de contos.<br /><br /><strong>Olhando para o widget do Goodreads no seu blog, vemos que se propôs ler 52 livros este ano, o que dá quase um livro por semana. É uma questão de velocidade ou voracidade de leitura? Como faz para decidir o próximo livro a ler?</strong></p> <p>Goodreads é óptimo para quem lê muito. Eu leio muito, e o que acaba por acontecer com o passar dos anos é perder a noção do que li, se gostei ou não gostei, etc… Ali nada falha. Sabemos o que lemos, que cotação demos a determinado livro, seguimos os nossos autores, partilhamos comentários com amigos, recomendamos, enfim! Ler um livro por semana é a minha média, mas não o faço com a intenção de quantidade. É, de facto, o que costumo ler. Neste momento em Abril, já li 19 livros. O número é meramente estatístico.<br /><br />Se se lerem os livros certos, os próprios autores dão-nos a conhecer novos autores. Mas como estou dentro do meio, acompanho os lançamentos e leio algumas críticas, nunca é difícil escolher o que ler. Difícil é ter tempo para ler tudo o que se deseja.<br /><br /><strong>Pode recomendar-nos um blog que siga no SAPO?</strong></p> <p>Recomendo dois blogs no Sapo: <a href="http://horasextraordinarias.blogs.sapo.pt/">Horas Extraordinárias</a>, da Maria Rosário Pedreira, sobre Literatura e <a href="http://sergioaires.blogs.sapo.pt/">O Outro</a>, do Sérgio Aires, de Fotografia.</p> <p> </p> <p><strong>Obrigado Fernando!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:216356 Pedro 2015-04-15T11:23:00 Mais opções de pesquisa 2015-04-15T10:51:40Z 2015-04-15T14:39:56Z <p class="sapomedia images"><img class="" style="padding: 10px 10px;" title="pesquisa.png" src="http://2.fotos.web.sapo.io/i/oa714f3bf/18256313_qobG2.png" alt="pesquisa.png" width="624" height="409" /></p> <p>A pesquisa do <a href="http://blogs.sapo.pt">SAPO Blogs</a> ganhou algumas opções que podem querer experimentar. A pesquisa já permitia saber que posts publicados no SAPO referiam determinado termo ou expressão, agora passa a ser possível <strong>pesquisar por blogs</strong>, seja através do título ou do endereço.</p> <p>Mais interessante ainda, incluímos uma nova opção que permite <strong>pesquisar por comentários </strong>deixados em todos os blogs SAPO. Isto possibilita, por exemplo, ler todos os comentários publicados nas últimas horas que refiram a palavra <a href="http://blogs.sapo.pt/search?query=chocolate&amp;search=comments">chocolate</a>.</p> <p> </p> <p>São novidades que podem testar a partir da barra de pesquisa do <a href="http://blogs.sapo.pt">SAPO Blogs</a>, disponível em todas as páginas da área de gestão. <strong>Contamos com o vosso feedback nos comentários!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:216070 Pedro 2015-04-13T09:26:00 Meet the blogger: Catarina (A Girl in Mint Green) 2015-04-13T08:32:07Z 2015-04-14T15:39:50Z <p class="sapomedia images"><img style="float: left; padding: 10px 10px;" title="girlinmint.JPG" src="http://5.fotos.web.sapo.io/i/oc514b0d6/18246518_5CeW3.jpeg" alt="girlinmint.JPG" /></p> <p>Esta semana entrevistámos a Catarina, também conhecida por <a href="http://agirlinmintgreen.blogs.sapo.pt/">A Girl in Mint Green</a>.</p> <p> </p> <p><strong>Começando pelo nome do blog, porquê <a href="http://agirlinmintgreen.blogs.sapo.pt/">A Girl in Mint Green</a>?</strong></p> <p>A escolha do nome do blog foi um processo um pouco difícil porque sentia que nenhum dos nomes que me vinham à cabeça se identificava comigo. Sensivelmente na mesma altura em que criei o blog, fiquei completamente apaixonada pela cor verde menta. Não sei explicar, foi uma coisa que me deu! Ao ponto de ter sempre algo comigo com esta cor: uma peça de roupa, um acessório, um caneta... E então fez-se luz e dei nome ao A Girl in Mint Green. <br /><br /><strong>No blog descreve-se como uma "entusiasta da beleza" e uma "skin care lover". Como surgiu esse interesse pela cosmética?</strong></p> <p>Voltando atrás no tempo, o meu primeiríssimo interesse em produtos cosméticos (essencialmente de "skin care", que é aquilo que realmente gosto) começou com o meu fascínio por farmácias. Não pelos medicamentos em si, mas pela zona de dermatologia e produtos de pele. Todas aquelas embalagens, boiões, frasquinhos... Ainda nem sequer pensava muito nisso, mas quando ia a uma farmácia adorava ficar a analisar as prateleiras. Por outro lado, as mulheres da minha família sempre foram muito zelosas no tratamento da sua pele, essencialmente do rosto. A minha tia costuma até dizer que uma pele bem cuidada e com ar saudável já é meio caminho andado para ter uma aparência bonita. E que não adianta fazer maquilhagens fantásticas se a pele não está boa. Eu concordo inteiramente. Por fim, durante a minha licenciatura em Bioquímica e mestrado em Biomédica aprendi um pouquinho sobre fármacos e regeneração da pele, o que me permitiu perceber melhor como actuam os ingredientes dos produtos e o seu efeito na nossa pele. E isso só aumentou o meu interesse. Confesso que uma coisa que gostaria imenso seria trabalhar numa empresa de produtos dermatológicos e criar as minhas próprias formulações cosméticas.<br /><br /><strong>A Catarina é investigadora na área da biomédica. Que impacto pode ter no nosso dia-a-dia as investigações nesta área?</strong></p> <p>Considero que o principal foco da Biomédica é melhorar qualidade de vida dos doentes e da sociedade em geral. É uma área muito abrangente, que vai desde o desenvolvimento de próteses, implantes e equipamento hospitalar, passando pelos fármacos inovadores e regeneração de orgãos. Investigações nesta área permitem que existam avanços no tratamento de várias doenças ou que determinados exames e procedimentos hospitalares sejam melhorados, tornando-os mais eficazes tanto para os pacientes como para os profissionais de saúde que os executam. Como podem imaginar é algo essencial e que merecia mais atenção aqui em Portugal.<br /><br /><strong>Como leitora de blogs, o que a cativa num blog? E o que a pode afugentar?</strong></p> <p>As coisas que mais me cativam são uma imagem apelativa e uma boa escrita. Não goste de blogs confusos, cheios de publicidade em toda a parte... Acho que se tornam muito "ruidosos" e cansativos de ler. Ah e claro, não gosto de textos cuja escrita não é minimamente cuidada. Todos nós damos um erro ou outro de vez em quando e muitas vezes por distracção. Mas outra coisa é escrever sistematicamente com erros, com falta de pontuação, entre outros.</p> <p> </p> <p><strong>Que post recomendaria ler primeiro a quem ainda não conhece o seu blog?</strong></p> <p>Acho que esta é a pergunta mais difícil... Posso fazer batota e recomendar uma rubrica em vez de um post? Recomendo a rubrica SciSkin (Sci = Science, Skin = Pele). Nesta rubrica, abordo o lado mais científico dos produtos cosméticos. Por exemplo, faço reviews de alguns produtos para tratamento de pele/cabelo, esmiuçando o que estes possuem, qual a sua actuação e os efeitos que causam. Podem ver <a href="http://agirlinmintgreen.blogs.sapo.pt/sciskin-ecophane-25663">este exemplo</a>.</p> <p> </p> <p><strong>Obrigado, Catarina!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:216054 Pedro 2015-04-06T15:47:00 Meet the blogger: Daniel Mesquita (Caça Promoções) 2015-04-06T15:00:00Z 2015-04-06T15:01:15Z <p class="sapomedia images"><img style="float: left; padding: 10px 10px;" title="daniel.jpg" src="http://5.fotos.web.sapo.io/i/of71496bd/18217940_Cw3up.jpeg" alt="daniel.jpg" /></p> <p>Colocámos 5 perguntas ao Daniel Mesquita, um dos bloggers com pontaria mais certeira na blogosfera. Se há redução de preço, está em promoção ou acumula desconto, é quase certo que está no <a href="http://cacapromocoes.blogs.sapo.pt/">Caça Promoções</a>.</p> <p> </p> <p><strong>Como surgiu a ideia de criar um blog como o Caça Promoções?</strong></p> <p>A ideia de partilhar.  Se conseguia poupar de uma forma eficiente e eficaz, decidi partilhar e tentar ajudar outros, pois a informação é a melhor arma para decidir entre as várias opções e assim poupar. <br /><br /><strong>Qual foi o maior desconto que "caçou" até hoje?</strong></p> <p>Felizmente por entre tantas acumulações em que se torna banal uma acumulação 50% ou 75%, os 100% desconto são os mais deliciosos. Para mim as compras que nunca vou esquecer são as fraldas, em que comprei 84 pacotes que doei posteriormente a instituição e da compra dessas mesmas fraldas resultou não só 100% desconto mas também, cerca de 70€ de “lucro” sendo este valor usado em vários 100% desconto para doar brinquedos.<br /><br /><strong>O blog tornou-se rapidamente numa referência para quem procura estratégias e dicas para poupar. Qual lhe parece ser o tipo de post que os leitores do <a href="http://cacapromocoes.blogs.sapo.pt/">Caça Promoções</a> apreciam mais?</strong></p> <p>Todos os leitores carinhosamente chamados Caças, tornam o Blog numa Comunidade e pela experiência que tenho, procuram as acumulações de vales e/ou cupões desconto, os avistamentos e as contantes atualizações de informação / promoções. O Blog sugere opções de poupança.<br /><br /><strong>O blog ainda não fez três anos mas já foi amplamente destacado, incluindo na televisão. Sente que as grandes marcas passaram a prestar mais atenção aos blogs e ao seu potencial de comunicação?</strong></p> <p>Sem dúvida. As grandes empresas e marcas estão em constante adaptação, numa tentativa de captar o consumidor e por isso o Blog é um meio direto para o tipo de especificidade que procuram. O Blog prima pela isenção, tanto digo do que gosto, como do que não gosto. As empresas também são leitores/ seguidores do Blog, já tendo acontecido falar em acumulações que passado horas foram alteradas a nível nacional. <br /><br /><strong>Quando não está a caçar promoções e descontos, o que é que o Daniel gosta de fazer nos tempos livres?</strong></p> <p>O que mais adoro é estar com a minhas filhas e esposa, ter aquele tempo de qualidade, seja num pequeno passeio ou em brincadeira em casa. Estruturar o dia para ter esses momentos, como jogar á bola com as pequenas, para passear o Cusco (cão), respirar um pouco do campo que envolve a cidade, recarregam as “minhas baterias”.</p> <p> </p> <p><strong>Obrigado, Daniel!</strong></p> urn:lj:blogs.sapo.pt:atom1:blogs:215638 Pedro 2015-03-30T09:47:00 Meet the blogger: Zilda Cardoso 2015-03-30T08:56:02Z 2015-03-30T08:57:44Z <p class="sapomedia images"><img style="float: left; padding: 10px 10px;" title="zilda.jpg" src="http://9.fotos.web.sapo.io/i/oa4060014/18186492_7oTZc.jpeg" alt="zilda.jpg" /></p> <p>A blogger desta semana é Zilda Cardoso, do blog <a href="http://zildacardoso.blogs.sapo.pt/">O Fio de Ariadne</a>.</p> <p> </p> <p><strong>A escrita sempre desempenhou um papel importante na sua vida?</strong></p> <p>Fundamental. A escrita foi sempre fundamental para mim, desde os primeiros anos de escola em que a professora de Português lia os meus textos na aula em voz alta e eu ficava envergonhada: achava que não valiam grande coisa.<br />Para mim, foi a maneira de dizer o que pensava, mesmo que o escrito fosse para a gaveta. E quando comecei a publicar, sempre timidamente, embora durante anos nos principais jornais diários e em revistas, sentia-o como se estivesse a conversar com outros, como se tivesse alguma coisa para lhes dizer que poderia ser útil ou divertido para eles. Sem grandes pretensões.<br /><br /><strong>Em 2008 entrou na blogosfera. Porque decidiu fazer essa incursão? E o que recolhe até agora dessa experiência?</strong></p> <p>Decidi entrar na blogosfera porque… vamos ver. Depois daquela passagem pela imprensa, fiz muitas outras coisas que também foram valiosas, a meu ver. Tive uma galeria de arte e design que me ocupou durante muitos anos e para a qual escrevi muitos textos, além de a dirigir. Quando decidi acabar com a Galeria por achar que tinha cumprido o meu objectivo que não era ganhar dinheiro mas divulgar o design português, tive vontade de escrever de novo e de forma mais consistente. Publiquei alguns livros, se bem que a minha vocação não fosse escrever romances ou coisa assim.<br />Em 2008 surgiu a oportunidade de ter um blogue (no que fui muito ajudada pelo Pedro Neves) que eu acho ser o tipo de publicação ideal nesta época da vida. Permite uma escrita com temas actuais, digamos, textos ligeiros e curtos, se possível ilustrados, sem deixarem de ser inteligentes. Pode-se escrever sobre qualquer tema e sempre se recolhe um comentário espontâneo que pode ter interesse para formar opinião sobre assuntos proveitosos para a maioria das pessoas. Acontece um pouco como no teatro: a reacção do público, imediata e natural, permite aperfeiçoar…<br /><br /><strong>No seu blog, o Porto é um tema recorrente. O que a cativa na cidade?</strong></p> <p>Adoro a cidade, não apenas porque foi nela que nasci, mas porque tem uma dimensão que me agrada muito: não é uma metrópole cheia de brilhos e confusões, tédios e verborreias, ruídos e grandes contradições. E há aqui possibilidade de ouvir música de alto nível, de apreciar as mais modernas exposições de arte, de estar a par de tudo que interessa para formar uma visão do mundo. Não é propriamente uma cidade de província, é muito antiga e moderna. E tem um rio maravilhoso e o mar tão vizinho… e quantas outras coisas, é só prestar atenção. Além de tudo, as pessoas falam a minha língua.<br /><br /><strong>Pode partilhar connosco um livro que tenha gostado de ler recentemente?</strong></p> <p>É difícil dizer: tenho sempre vários livros em leitura. O que desde há muito me acompanha é um de George Steiner,<strong> A Poesia do Pensamento</strong>, em que o autor procura mostrar que a filosofia tem a sua música tal como a poesia.  Mas tenho estado a tentar ler o último livro editado de Agustina Bessa-Luís, o <strong>Elogio do Inacabado</strong> que reúne no mesmo volume vários títulos. É a obra de uma escritora genial, inteligente e sábia, que entende que o inacabamento e a imperfeição são próprios do nosso pensamento e da vida. Vou lê-lo com muito cuidado e falar sobre ele no blogue.</p> <p> </p> <p><strong>Obrigado, Zilda!</strong></p>